PSI-20 fecha semana no verde em dia de máximos nas bolsas europeias

Os fortes dados económicos vindos da China e dos EUA animam os investidores europeus e impulsionaram vários índices para máximos no fecho da semana. Em Portugal, os fortes resultados da EDP Renováveis empurraram o PSI 20 para um dia de ganhos, juntamente com a Altri e CTT.

O PSI 20 fechou a última sessão da semana no verde, bem como a maioria das suas congéneres europeias, com os fortes dados económicos vindos da China esta sexta-feira a juntarem-se aos bons indicadores norte-americanos do dia anterior, atirando os índices do Velho Continente para máximos.

O PSI 20 fechou com mais 0,52%, chegando aos 5.014,08 pontos e acompanhando a tendência de altas na Europa. O alemão DAX 40 fechou em novos máximos, tocando os 15,471.90 pontos num dia em que cresceu 1,42%, bem como o pan-europeu STOXX 600, que encerrou a semana com 0,83% de valorização.

O madrileno IBEX 35 fechou com mais 39 pontos, chegando aos 8.611,00, enquanto que o CAC 40, de Paris, acrescentou 52 pontos para chegar aos 6.287,07, orbitando em torno dos máximos recentes. O britânico FTSE 100 foi outro dos índices a alcançar máximos, no caso de mais de um ano, ao acrescentar 0,50% até aos 7.018,40 pontos.

O forte crescimento chinês no primeiro trimestre do ano, que ultrapassou os 18%, juntamente com os dados vindos dos EUA sobre o crescimento de 10% nas vendas a retalho em março e o número semanal mais baixo em pandemia de novos pedidos de subsídio de desemprego animaram os mercados europeus, com os investidores a apostarem em externalidades positivas vindas do Oriente e do outro lado do Atlântico.

A praça lisboeta beneficiou da forte valorização da EDP Renováveis, cujos resultados trimestrais impulsionaram o título para ganhos de 3,3%. Altri e CTT seguiram-se na lista dos ganhadores, com valorizações de 2,31% e 1,46%, respetivamente. Destaque ainda para a Sonae, que fechou com ganhos de mais de 1%.

Já a EDP liderou as perdas juntamente com a Galp Energia, caindo cada título 0,71%.

Recomendadas

Bitcoin volta a cair e vale menos 46% do que o recorde de abril

Alguns analistas apontam para o facto de as autoridades norte-americanas terem conseguido recuperar grande parte do resgate pago pela Colonial Pipeline, em bitcoin, ao Dark Side, o grupo de piratas informáticos que atacou o software que gere o oleoduto da empresa, segundo a “Bloomberg”.

PremiumBolsas europeias renovaram máximos históricos

A última quinzena de maio e o início de junho trouxeram renovação de máximos na Europa, mas em Wall Street já se começa a ver a lateralização.

Wall Street fecha semana no ‘verde’ com recorde do S&P 500

As tecnológicas destacaram-se nesta sessão. Já a Tesla deslizou 0,07% para 609,71 dólares pouco depois de ter revelado o seu novo modelo S Plaid, uma versão de ponta do sedan desportivo.
Comentários