Que ar respira na sua cidade? Saiba se mora nas zonas mais poluídas do país

A Organização Mundial de Saúde (OMS) indicou 15 cidades portuguesas que se encontram acima do limite máximo de partículas finas inaláveis, correspondentes a 10 microgramas por metro cúbico, num estudo revelado esta semana.

 

A cidade de Estarreja com 15 microgramas é a cidade que mais sofre com este problema, seguida de Almada e Cascais com 14 microgramas. Lisboa e Porto têm níveis de 13 microgramas, com Albufeira, Faro, Buraca, Algueirão, Ílhavo e Marateca com 12. Por fim, com 11 microgramas encontram-se Aveiro, Chamusca, Vila do Conde e Setúbal.

As partículas minúsculas (PM 2,5) são aquelas que se infiltram mais facilmente no organismo do ser humano, nomeadamente nos pulmões e no sistema cardiovascular e podem provocar doenças que posteriormente levam à morte.