Recuperação da tecnologia e energia estimulam Wall Street

Ganhos na energia deram impulso aos índices, que seguem a tendência ‘em alta’ das praças europeias, numa altura em que o preço do petróleo continua a subir e as preocupações relacionadas com o excesso da oferta a diminuir.

Andrew Kelly/Reuters

A bolsa norte-americana abriu em terreno positivo, animada com a recuperação dos títulos da tecnologia e energia.

Os ganhos na energia deram impulso aos índices, que seguem a tendência ‘em alta’ das praças europeias, numa altura em que o preço do petróleo continua a subir e as preocupações relacionadas com o excesso da oferta a diminuir.

O industrial Dow valoriza 0,35% para 21,362.27 pontos, o financeiro S&P 500 ganha 0,15% para 2,423.45 pontos e o tecnológico Nasdaq perde 0,12% para 6,137.15 pontos.

Com a intensificação do debate sobre a normalização da política do banco central, a volatilidade volta à praça. Os investidores apresentam-se à negociação cada vez mais preocupados com a capacidade da economia resistir a um ciclo de aperto, diz a Bloomberg. Apesar disso, os dados divulgados hoje foram positivos: os gastos dos consumidores aumentaram em linha com as estimativas dos economistas, feitas em maio.

Recomendadas

Wall Street abre misto com Nasdaq a desanimar

Apesar de a Tesla ter estado a cair antes da abertura do mercado, após a suspeita da justiça norte-americana, a fabricante liderada por Musk recuperou e sobe cerca de 0,40%.

Portugal emite 1.400 milhões em dívida de curto prazo com taxas menos negativas

Num leilão em que o montante máximo indicativo era de 1.500 milhões de euros, o IGCP colocou um total 1.400 milhões de euros. Nas duas linhas – de seis e 12 meses – as taxas foram negativas, mas subiram face a leilões anteriores.

Bolsas continuam a ignorar guerra comercial

A cotação do barril de petróleo mantém-se acima dos 79 dólares, depois de as autoridades sauditas adiantarem que estão confortáveis com os preços do Brent acima dos 80 dólares por barril.
Comentários