Regiões ultraperiféricas beneficiam de aumento do cofinanciamento para programas de cooperação territorial

A taxa de cofinanciamento pode aumentar para programa de cooperação dentro da Macaronésia, em áreas como a competitividade, internacionalização, e desenvolvimento sustentável, sendo que o valor de financiamento pode chegar aos 100%.

As regiões ultrapariféricas vão beneficiar de uma taxa de cofinanciamento de 80%, aos invés dos 70%, propostos pela Comissão Europeia, ao abrigo do Programa de Cooperação Territorial Europeia (INTERREG).

A proposta prevê ainda que a taxa de cofinanciamento para as RUP possa aumentar, para programas de cooperação dentro da Macaronésia, onde se inclui a Madeira, em áreas como a inovação competitividade, internacionalização e desenvolvimento sustentável, o valor do financiamento pode chegar até aos 100%.

Vai também seguir para plenário uma proposta que aumenta os recursos do INTERREG de 8,5 mil milhões de euros para 11 mil milhões de euros.

“Esta é uma vitória da Ultraperiferia no Parlamento Europeu. Não é uma vitória partidária do partido X ou Y. Saem beneficiadas as pessoas, cidadãos europeus que com estas medidas têm acesso e vêem crescer projetos de desenvolvimento nas suas Ilhas, Regiões”, sublinhou Cláudia Monteiro de Aguiar, eurodeputada do PSD.

Recomendadas

Tertúlia dedicada às “40 Figuras Empreendedoras da Cultura Madeirense”

De Alberto João Jardim a Cristiano Ronaldo, passandopor Nini Andrade, João carlos Abreu, William Hinton ou Mary Jane Wilson, a tertúlia é inspirada no livro da historiadora Cristina Trindade.

Madeira SAD perde final europeia da Taça Challenge

O Madeira SAD foi derrotado no jogo da segunda mão por 26-20, depois de ter empatado no primeiro jogo 22-22.

Governo Regional entrega até 91,2 mil euros a Casas do Povo

Foram realizados dois contratos-programa com a Associação de Desenvolvimento da Região Autónoma da Madeira (ADRAMA) e com a Associação de Casas do Povo da RAM (ACAPORAM) que pode chegar até aos 50 mil euros.
Comentários