Regulamento para centro de recolha animal nos Açores entra em discussão pública

O centro de recolha pretende dar resposta à “crescente preocupação” pelo bem-estar dos animais. O município de Lagoa entende que esta instalação é uma “medida necessária” para reduzir o número de animais abandonados e vadios na via pública.

O regulamento municipal do centro de recolha animal, em Lagoa, nos Açores, entrou em período de discussão pública, de acordo com o aviso publicado esta segunda-feira em Diário da República.

O objectivo do centro de recolha passa por dar resposta à “preocupação crescente” em garantir uma proteção reforçada e um maior respeito pelo bem-estar dos animais, diz o projecto de regulamento municipal, publicado em diário da república.

Para o município de Lagoa este centro é uma “medida necessária” no sentido de “reduzir o número de animais abandonados e vadios na via pública” e “garantir a segurança e a tranquilidade” de pessoas e outros animais.

Recomendadas

PSD desafia Costa a utilizar remodelação para dar celeridade a dossiers relacionadas com a Madeira

A remodelação governativa no governo central deve ser utilizada pelo primeiro-ministro para fazer um ponto de situação sobre os assuntos pendentes com a Madeira em vez de adia-los ou usa-los como arma de arremesso política, diz o PSD Madeira.

PTP discorda de Projeto de Requalificação Urbana de São Vicente

Quintino Costa considera que a Madeira tem de apostar em lares de idosos, visto que diz ter uma população envelhecida, e não “em obras para o mar levar”.

SEF inspeciona 16 unidades hoteleiras na Madeira

As 16 unidades inspecionadas foram nos concelhos de Câmara de Lobos, Calheta e Machico.
Comentários