Repsol desenvolve três projetos renováveis de 800 megawatts

Com estes projetos, aos quais se juntam os da Valdesolar (Badajoz) e WindFloat (Portugal) a Repsol estende os seus ativos correntes para 2.952 megawatts e atingirá 90% do seu objetivo estratégico de baixa capacidade de geração de emissões, estimado em cerca de 4.500 megawatts em 2025.

A Repsol vai desenvolver três novos projetos renováveis, dois eólicos e um solar, com capacidade de 800 megawatts, no âmbito do seu compromisso com uma transição energética eficiente e sustentável, naquele que de acordo com a empresa “será mais um passo significativo no seu objetivo estratégico de, enquanto operadora, impulsionar um negócio de baixa emissão com grande potencial de crescimento orgânico rentável”.

Os dois projetos eólicos vão ficar localizados entre as províncias de Zaragoza e Teruel, e entre Palencia e Valladolid, e o parque fotovoltaico em Cádiz, que vai ser desenvolvido e colocado em operação nos próximos quatro anos. Este parque terá uma capacidade instalada de 794 megawatts, o equivalente ao fornecimento de eletricidade de cerca de 650 mil habitações por ano.

Com estes projetos, aos quais se juntam os da Valdesolar (Badajoz) e WindFloat (Portugal) a Repsol estende os seus ativos correntes para 2.952 megawatts e atingirá 90% do seu objetivo estratégico de baixa capacidade de geração de emissões, estimado em cerca de 4.500 megawatts em 2025.

A Repsol já havia anunciado a 19 de outubro do ano passado a sua participação na construção de um dos maiores parques eólicos flutuantes do mundo, na costa norte de Portugal, a 20 km de Viana do Castelo, e que terá uma capacidade instalada de 25 megawatts.

A Repsol contempla, nos investimentos da sua estratégia para 2020, os negócios de baixa emissão com 2.500 milhões de euros e tem como objetivo atingir os 2,5 milhões de clientes de retalho de eletricidade e gás em Espanha até 2025, com uma participação de mercado de mais de 5%.

Recomendadas

CDS quer actualização do Plano de Contingência para controlo da Xylella fastidiosa

Os deputados do CDS-PP Patrícia Fonseca, Ilda Araújo Novo e Hélder Amaral querem saber se está já em curso alguma actualização ao Plano de Contingência para controlo da Xylella fastidiosa e seus vectores, elaborado em 2016, e se não, para quando está pensada essa actualização. E enviaram a pergunta ao ao ministro da Agricultura, Florestas […]

Crise dos Combustíveis. CAP aconselha agricultores a “constituírem reservas e tomar medidas de prevenção”

Afinal a crise dos combustíveis não chegou ao fim. Sem conseguir um acordo com a Antram — Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias, o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) anunciou uma greve “cirúrgica” ao trabalho suplementar, feriados e fins-de-semana, entre 7 e 22 de Setembro. Por isso a CAP — […]

SIC e RTP1 foram os canais que mais peças emitiram sobre as eleições europeias

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social concluiu que o canal do grupo Impresa divulgou 189 peças com a presença de candidaturas às eleições para o Parlamento Europeu, que representam menos de 3% do tempo total de noticiários analisados.
Comentários