Residentes emitiram 273 milhões de títulos de dívida em maio. Em abril tinham emitido 4.335 milhões

Em maio registou-se uma queda substancial da emissão de títulos de dívida pelas empresas residentes, quando comparado com o mês precedente.

Segundo o Banco de Portugal, em maio de 2018, as emissões líquidas de títulos de dívida por residentes ascenderam a 273 milhões de euros, o que compara com um valor de 4.335 milhões de euros registado no mês anterior.

Daqui, as emissões líquidas de títulos de dívida por Sociedades não Financeiras (empresas) atingiram o valor de 288 milhões de euros (442 milhões de euros registados no mês anterior).

No final de maio de 2018, o saldo total de títulos de dívida emitidos por residentes ascendeu a 285.724 milhões de euros, diminuindo 2.617 milhões de euros face ao mês anterior e registando uma variação homóloga de 4,6%.

O saldo de títulos de dívida emitidos por empresas no fim de maio de 2018 ascendeu a 33.541 milhões de euros, aumentando 308 milhões de euros face ao mês anterior e registando uma variação homóloga de -1,5%.

 

Recomendadas

Tecnologia anima Wall Street, que aguarda decisões da Fed

Os títulos da rede social Facebook fecharam com um disparo de 4,24%, para 189,01 dólares. Os investidores estão ainda atentos aos resultados trimestrais da Oracle e da Adobe.

Um ministro das Finanças e um orçamento comum, as receitas de Blanchard para a Zona Euro

O antigo economista-chefe do FMI traçou o caminho para uma política monetária e orçamental mais coordenada para a zona euro. Além da criação de um posto de ministro das Finanças, Olivier Blanchard disse que é essencial agilizar as políticas sobre o défice e sugeriu um orçamento comunitário comum.

Energia e Altri põem PSI 20 a cair mais de 1%

As praças de Lisboa, Madrid e Amesterdão destoaram do ‘verde’ das suas principais congéneres da Europa.
Comentários