Respostas Rápidas: Porque é que Portugal pode ser excluído do programa de isenção de vistos nos EUA?

Em 2016, cerca de 164.662 portugueses entraram nos EUA usando o programa e cerca de 4 mil destes portugueses (perto de 2,5%) não saíram do país no prazo de 90 dias.

Eleitores norte-americanos viram à esquerda

O que está na origem da possível exclusão do Programa de Isenção de Vistos?

Segundo dados do Departamento de Segurança Interna consultados pela agência Lusa, 164.662 portugueses entraram nos EUA em 2016 usando o programa e cerca de 4 mil destes portugueses (perto de 2,5%) não saíram do país no prazo de 90 dias.

O que proporciona este programa para os países que o integram?

Ao abrigo do programa, pode viajar quem não permanecer nos Estados Unidos por mais de 90 dias, ou viajar temporariamente em negócios, turismo ou tratamento médico, não podendo nunca estender o período de estada ou aceitar trabalho remunerado ou não remunerado, entre mais uma série de regras.

Quais são os países que integram atualmente o Programa de Isenção de Vistos?

Os países que integram o Programa de Isenção de Vistos são Portugal, Andorra, Austrália, Áustria, Bélgica, Brunei, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Japão, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Mónaco, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, São Marino, Singapura, Eslováquia, Eslovénia, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Formosa ou Reino Unido.

Além de Portugal, quais são os outros países em risco?

Portugal está num grupo de quatro nações – incluindo Grécia, Hungria e São Marino – que ultrapassa o limite de 2% de visitantes.

O que é que os países têm de fazer para se manter no Programa?

Os EUA exigem que estes países tenham de realizar campanhas de informação pública para informar os seus cidadãos das regras do programa e as consequências da sua violação.

Algum país foi excluído deste programa?

Sim. Em 2002, por exemplo, a Argentina foi cortada do programa devido ao número de argentinos que usava este recurso para entrar no país de forma ilegal, devido à crise económica que o país atravessava.

Ler mais
Relacionadas

Portugal pode ser eliminado do programa de isenção de vistos nos EUA

Portugal viola as regras do programa de isenção de vistos para entrada nos EUA (Visa Waiver Programa) há vários anos e pode ser eliminado do programa, segundo as regras do Departamento de Estado norte-americano.

EUA: mais de 500 portugueses em risco de deportação

Só imigrantes cujos vistos expirem antes de 05 de março de 2018 podem candidatar-se à renovação e aqueles cujos vistos expiram a partir de 06 de março já não poderão fazê-lo.

Trump fecha a porta a “dreamers”, mas abre janela de seis meses para nova lei

Donald Trump vai acabar com o programa DACA de proteção a emigrantes lançado por Obama, colocando um ponto de interrogação sobre o futuro de cerca de 800 mil jovens emigrantes. Para tentar agradar ao Congresso, o presidente concedeu a este órgão um prazo de seis meses para produzir nova legislação.
Recomendadas

“Ele soa como nós”. Ex-líder do Klu Klux Klan elogia Bolsonaro

“Ele é sem dúvida um descendente europeu. Parece-se com qualquer homem branco nos EUA, em Portugal, Espanha ou Alemanha e França”, qualificou o David Burke, ex-líder do Klu Klux Klan.

Dívida pública de Angola estimada em 70 mil milhões de dólares

Situação foi relatada hoje pela secretária de Estado para o Orçamento de Angola, Aia Eza da Silva, quando procedia a apresentação do Quadro Macroeconómico 2019 e os Limites da Despesa para Elaboração do Orçamento Geral do Estado (OGE) 2019.

Bolsonaro cresce nas intenções de voto, revela sondagem

Bolsonaro é o favorito à vitória na 2ª volta das eleições do Brasil. Francisco Haddad só leva a melhor entre os mais pobres e entre os eleitores do nordeste do Brasil. Brasileiros voltam às urnas dia 28.
Comentários