Retirado do mercado medicamento para rinite alérgica

Levocetirizina Fair-Med 5mg, da empresa Fair-Med Healthcare GmbH, vai ser retirado do mercado por terem sido detetados resultados fora dos limites de especificação para uma impureza.

Chip East / Reuters

Um lote do medicamento para a rinite alérgica e urticária Levocetirizina Fair-Med 5mg, da empresa Fair-Med Healthcare GmbH, vai ser retirado do mercado por terem sido detetados resultados fora dos limites de especificação para uma impureza.

Segundo a Autoridade Nacional para o Medicamento (Infarmed), a comercialização foi suspensa e a empresa fará a recolha voluntária do lote n.º E16370A, com validade até setembro de 2019.

Os doentes que utilizem medicamentos do lote indicado não devem interromper o tratamento, mas sim contactar o médico para substituir o lote ou o fármaco por um medicamento alternativo.

O Infarmed acrescenta que as entidades que têm em stock embalagens pertencentes ao lote afetado devem devolvê-las, não as podendo vender, dispensar ou administrar.

 

Recomendadas

Greve dos enfermeiros com adesão entre 75% e 80%

Consultas externas, os blocos de cirurgia nos hospitais e os centros de saúde são os serviços mais afetados.

Teodora Cardoso: “Temos que pensar a organização do sistema para manter o acesso gratuito à saúde”

Presidente do Conselho de Finanças Públicas alertou para a necessidade de agregar informação sobre um setor, que considera “complexo”.

Sindicatos dos enfermeiros iniciam greve de dois dias

Os sindicatos dos enfermeiros deram início, às 08:00 de hoje, a dois dias de greve nacional que visa pressionar o Governo a apresentar uma contraproposta ao diploma da carreira de enfermagem.
Comentários