Ribeira Brava é o município da Madeira com maior taxa de criminalidade

A taxa de criminalidade atinge os 35,1% na Ribeira Brava, seguido por Funchal (29,5%), São Vicente (29,3%). Dos crimes registados pelas autoridades policiais a predominância vai para os crimes contra as pessoas e os património.

A Ribeira Brava tem uma taxa de criminalidade de 35,1%, a mais elevada dos municípios da Madeira, em 2017, de acordo com os dados da ‘Madeira em Números’, da Direção Regional de Estatística (DREM).

Acima dos 20% estão Funchal (29,5%), São Vicente (29,3%), Câmara de Lobos (28,9%), Machico (28,4%), Porto Moniz (23,2%), e Porto Santo (22,4%).

Entre os municípios com menor taxa criminal estão: Santa Cruz (12,7%), Ponta do Sol (13,1%), Santana (13,2%). A Calheta fica nos 19,6%.

A Madeira no seu global tem uma taxa de 25,4%.

Em 2017, as autoridades policiais registaram-se 6.468 crimes, uma subida face aos 6.062 do período homólogo, com predominância para os crimes contra as pessoas (2.519) e contra o património (2.292).

 

Ler mais
Recomendadas

Exportações e importações sofrem forte abrandamento na Madeira

Em outubro as exportações subiram 26,8%, na Madeira, em contraste com os 32,8% do mês anterior. As importações cresceram 18,2%, uma taxa inferior aos 25,1% em comparação com o mês anterior.

Média de espetadores no Teatro Baltazar Dias chega aos 61%

O teatro municipal subiu a média de espectadores de 51% para os 61%, para os 46 mil espectadores, disse Paulo Cafôfo, presidente da Câmara Municipal do Funchal, durante a apresentação da revista CULTA.

Já viu uma tabela periódica humana? A Escola Jaime Moniz vai criar uma

A iniciativa insere-se na comemoração do ano internacional da tabela periódica decretado pela assembleia geral das Nações Unidas.
Comentários