Rússia desliga-se da Internet mundial

As autoridades russas vão desligar a internet do país durante algumas horas. O objetivo é confirmar a autonomia da rede no caso de um ataque informático.

A agência de notícias russa RosBiznes Konsalting garantiu, em comunicado, que o país irá isolar a Internet russa do resto do mundo numa experiência que quer testar a independência do Runet – termo que define o espaço cibernético russo – e a forma como reage em caso de desconexão aos servidores mundiais.

Apesar de não revelar datas, a agência avançou que o teste se iria realizar até ao início de abril.

Num esforço conjunto entre as autoridades russas e as empresas de telecomunicações do país, como a MegaFon, a Beeline, a MTS e a RosTelecom, e financiado pelo governo russo, o ensaio quer manter o tráfego dentro das fronteiras russas, desligando o acesso à rede exterior. O objetivo é confirmar a autonomia da rede russa no caso de um ataque informático.

 

 

Recomendadas

Generali fecha compra da Tranquilidade por 600 milhões de euros

A Generali acaba de fechar a aquisição da Tranquilidade por um valor de 600 milhões de euros, avança a Bloomberg. A Apollo emitiu um comunicado a confirmar.

Autoridade da Concorrência defende que Banco de Portugal venha a ser uma entidade financiadora

Há um aspeto positivo, diz, que é o do “o BdP vir a ser incluído nas entidades que financiam a AdC” e, defende, “outras entidades poderiam ser consideradas”. O administrador da Autoridade da Concorrência (AdC) Nuno Rocha de Carvalho, disse esta quinta-feira na COFMA que a “breve trecho podemos vir a ter uma decisão no  processo de cartel na banca”.

Antonoaldo Neves: “Não é a primeira vez que a TAP paga prémios em anos de prejuízo”

A comissão executiva da TAP esta quinta-feira ser ouvida na Assembleia da República sobre prémios polémicos atribuídos a trabalhadores, após terminar o exercício de 2018 com prejuízos.
Comentários