Santander ultrapassa dona da Zara como maior empresa espanhola na bolsa

O grupo bancário presidido por Ana Botin subiu na bolsa nas últimas semanas e reduziu a sua distância para a Inditex, que detém marcas como Zara, Stradivarius, Maximo Dutti, Berska, Pull & Bear e Oysho, entre outras.

O Banco Santander superou hoje a Inditex por valor em bolsa, em Madrid, tornando-se a maior empresa espanhola por capitalização bolsista pela primeira vez desde junho de 2015, depois do gigante têxtil ter perdido posições nos últimos meses.

O grupo bancário presidido por Ana Botín subiu na bolsa nas últimas semanas e reduziu a sua distância para a Inditex, que detém marcas como Zara, Stradivarius, Maximo Dutti, Berska, Pull & Bear e Oysho, entre outras, ao ponto de a ter ultrapassando durante alguns períodos das sessões.

No entanto, foi hoje pela primeira vez, em mais de dois anos e meio, que o Banco Santander se colocou no fim da sessão como a empresa com maior capitalização de mercado, de 90.975,67 milhões de euros, depois de subir 3,35%.

Graças a este avanço, a instituição financeira supera em 530 milhões de euros a Inditex, com uma capitalização de 90.445,67 milhões de euros, depois de se revalorizar hoje em 0,53%.

Recomendadas

Bankinter adquire negócios do EVO Banco e Avantcard, filial de crédito ao consumo na Irlanda

O objetivo desta operação centra-se em dois tipos de atividade, que o Bankinter considera estratégicas: a banca digital e o negócio ao consumo; e em dois locais geográficos distintos: Espanha e Irlanda.

Pedro Siza Vieira: BdP deve evitar cair nos extremos da supervisão

O Ministro Adjunto usou o exemplo da queda do Lehman Brothers para referir que a supervisão comportamental aprendeu com a crise, mas também para sublinhar a importância de avaliar o risco.

Caixa lança nova aplicação de homebanking para smartphone

À data de hoje (e ainda sem qualquer comunicação), a nova APP é já a 1ª em número de downloads das APPs financeiras nas lojas Android e Apple, diz o banco em comunicado, depois de o próprio CEO do banco ter dito mesmo numa conferência em Lisboa.
Comentários