São Vicente: Enapor anuncia “crescimento em todos os segmentos” do mercado portuário

A Enapor, de acordo com dados disponibilizados pela própria empresa, registou até o mês de Setembro um crescimento global de 5,6 por cento (%) no tráfego de navios e de 13,4 % no tráfego de mercadorias.

A Enapor – Portos de Cabo Verde anunciou que os dados comerciais acumulados do 3º trimestre do corrente ano revelam “crescimento em todos os segmentos” do mercado portuário, em relação ao período homólogo.

A Enapor, de acordo com dados disponibilizados pela própria empresa, registou até o mês de Setembro um crescimento global de 5,6 por cento (%) no tráfego de navios e de 13,4 % no tráfego de mercadorias.

O movimento global de mercadorias, por seu lado, alcançou a cifra de 1.953.409 toneladas, em termos de navios atingiu 5.856 escalas, ao passo que o movimento global de contentores cresceu 23.1% e os passageiros de cruzeiros aumentaram em 35.5%.

Ou seja, o número de passageiros nos portos de Cabo Verde foi de 742.908, dos quais 27.016 nos navios de cruzeiro, foram movimentados 65.085 contentores e, a nível de pescado os números chegam aos 26.042  toneladas.

A Enapor – Portos de Cabo Verde foi criada a 01 de setembro de 1982 e mantém como metas a modernização e o aperfeiçoamento da gestão em geral dos portos, mediante investimentos em infra-estruturas, super-estruturas, equipamentos e formação do pessoal, com o fim de se manter ao nível do desenvolvimento tecnológico e ao “grande desafio” da constante reforma dos mercados.

Tem como missão garantir a prestação de serviços “eficientes e de qualidade” aos clientes dos portos de Cabo Verde, na base de infra-estruturas e equipamentos adequados, com segurança e em respeito ao ambiente e aos requisitos técnicos mínimos estabelecidos.

É a concessionária geral do Estado para os portos, terminais, estaleiros navais e infra-estruturas de náuticas de recreio e a Autoridade Portuária de Cabo Verde, tendo a seu cargo a gestão dos nove portos do país.

Ler mais
Recomendadas

Plano energético de Cabo Verde prevê penetração de renováveis de 50% até 2030

Nesta aposta em energias renováveis a baixo custo, o governo tem previsto no quadro do Orçamento do Estado para 2019 algumas medidas, uma delas, de acordo com Alexandre Monteiro, é a redução em 50% para as famílias que apostem em painéis solares.

Hotéis em Cabo Verde receberam mais de 170 mil hóspedes no terceiro trimestre

A ilha do Sal teve maior acolhimento, com 51,0% do total das entradas, seguida da ilha do Boa Vista, com 30,6%.

Governo de Cabo Verde afirma que “posição do Doing Business não reflete conjunto de medidas em curso”

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, fez o discurso de abertura da XXII edição da Feira Internacional de Cabo Verde. De entre os participantes, 61% são empresas de direito cabo-verdiano e 37% com capital português, que é “o principal país estrangeiro “presente.
Comentários