SC Braga queixa-se da ‘concorrência’ da equipa do Flamengo

A equipa de Braga estranha que a autarquia tenha decidido transmitir para o público, a partir da Praça do Município, a final da Taça dos Libertadores entre o Flamengo e o River Plate, ambas da América do Sul.

Estádio Municipal de Braga, apadrinhado como “Pedreira” | Foto cedida

O SC Braga emitiu um comunicado em que afirma que, “como é público, o SC Braga disputa amanhã, sábado, às 18h30, um importante jogo a contar para a Taça de Portugal, decisivo para a sua continuidade na prova e para a representação da cidade naquela que é a Prova Rainha do futebol português. O duelo minhoto com o Gil Vicente FC seria, no plano teórico, o grande evento desportivo do dia e do fim-de-semana em Braga, devendo mobilizar a cidade no apoio ao seu Clube, numa simbiose que é fundamental para que os objetivos sejam alcançados e para que o fator casa possa, como se espera, fazer a diferença”.

Posto isto, diz o comunicado, “foi pois com surpresa que o SC Braga recebeu a notícia de que a autarquia colaborou na organização e cedeu a Praça do Município para a transmissão da final da Taça dos Libertadores entre o Flamengo e o River Plate, percebendo ainda com maior estranheza que o evento se inicia às 18 horas  e que mereceu divulgação e apelos à participação através das redes sociais do Presidente da Câmara Municipal de Braga e do seu vereador João Rodrigues”.

“O SC Braga não ignora a relevância que outros jogos possam ter e respeita e abraça todas as comunidades que integrem a nossa cidade, como é o caso da comunidade brasileira, com a qual se têm estabelecido vários contactos e reuniões no sentido de aproximar esta franja importante da nossa sociedade, à qual tão bem desejamos e que queremos que sinta e apoie o SC Braga como o seu emblema em Portugal.

Mesmo assim, “0 que este Clube não compreende e não pode aceitar é que os altos representantes do nosso Município desrespeitem, com estas estratégias, não apenas a relação institucional que o SC Braga tanto tem feito para estreitar, mas acima de tudo afrontem a grande maioria dos cidadãos que têm no SC Braga o seu símbolo e que veem o jogo do grande emblema desportivo da cidade ser secundado para que se faça a promoção de uma final sul-americana”.

O Município de Braga escolheu não divulgar o SC Braga x Gil Vicente FC, refere aquele organismo, que adianta que “este é um facto objetivo, perante o qual só se pode esperar uma resposta por parte dos bracarenses que sentem o seu Clube, que é a presença em massa no Estádio Municipal e o apoio incansável à equipa para que possamos dar continuidade à nossa caminhada na Taça de Portugal”.

Recomendadas

Portugal em sexto lugar entre os países europeus onde as pessoas não vão aos médicos

Portugal está em sexto lugar na lista dos Estados-membros onde as pessoas não vão ao médico por falta de meios financeiros (1,6%), acima da média da União Europeia (UE 1,0%), segundo dados de 2018 hoje publicados pelo Eurostat.

Acordo Verde Europeu. Comissão von der Leyen vai investir 100 mil milhões de euros na transição energética

A comissária Europeia apresentou esta manhã um pacto de medidas referentes ao Pacto Ecológico Europeu. Von der Leyen antecipa um investimento de 100 mil milhões de euros para os países com maiores dificuldades na transição energética.

“A força da juventude”. Revista “Time” elege Greta Thunberg como Personalidade do Ano

A ativista sueca Greta Thunberg, de 16 anos, foi eleita personalidade do ano de 2019 pela revista Time. A adolescente deu início a um movimento internacional de estudantes que pede medidas concretas para combater as alterações climáticas.
Comentários