Sector Empresarial da Madeira volta a perder valor mas baixa passivo

Os activos caíram 3,6% enquanto que o passivo quebrou 2,5%.

Stringer/Reuters

O Sector Empresarial da Madeira (SERAM) voltou perdeu 3,6% a nível do activo, para os 2,6 mil milhões de euros, no terceiro trimestre, em comparação com o período homólogo, mas viu nesse mesmo período o seu passivo diminuir em 2,5%, para os 1,9 mil milhões de euros, diz o boletim da Direção Regional do Tesouro e Orçamento.

A desvalorização dos activos do SERAM baseou-se na quebra de 0,5% e de 19,1%, entre activos não correntes e correntes, apresentada pelas empresas públicas regionais e pelas empresas participadas regionais.

As empresas públicas regionais representam 2,1 mil milhões de euros, em termos de activos para o SERAM, enquanto que as empresas participadas valem 352 milhões de euros.

Em termos de passivo as empresas públicas regionais e as participadas apresentaram uma quebra de 0,4% e de 14,1%, ficando com um montante de 1,6 mil milhões de euros e de 262 milhões de euros.

Recomendadas

Tertúlia dedicada às “40 Figuras Empreendedoras da Cultura Madeirense”

De Alberto João Jardim a Cristiano Ronaldo, passandopor Nini Andrade, João carlos Abreu, William Hinton ou Mary Jane Wilson, a tertúlia é inspirada no livro da historiadora Cristina Trindade.

Madeira SAD perde final europeia da Taça Challenge

O Madeira SAD foi derrotado no jogo da segunda mão por 26-20, depois de ter empatado no primeiro jogo 22-22.

Governo Regional entrega até 91,2 mil euros a Casas do Povo

Foram realizados dois contratos-programa com a Associação de Desenvolvimento da Região Autónoma da Madeira (ADRAMA) e com a Associação de Casas do Povo da RAM (ACAPORAM) que pode chegar até aos 50 mil euros.
Comentários