SGF fecha 2017 com um aumento de 10% do volume de ativos sob gestão

A SGF – Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, registou um aumento do volume de ativos sob gestão de cerca de 10%, tendo superado o crescimento no mercado de fundos de pensões, refere a empresa, em comunicado.

Naquele que foi um ano particularmente importante para a SGF, a empresa destaca, positivamente, as rendibilidades de alguns produtos que lhes permitiram posicionar-se nos primeiros lugares, e até mesmo liderar, alguns rankings da APFIPP – Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios, em 2017.

Este crescimento deve-se sobretudo a um ano que fica marcado pelo desenvolvimento de uma nova dinâmica que se traduziu no lançamento de uma nova assinatura: “O Valor da Independência”. Com esta nova abordagem, a SGF teve como objetivo destacar a sua independência face a qualquer grupo financeiro, posicionando-se como a maior sociedade gestora independente a nível nacional, no mercado dos Fundos de Pensões e PPR. Por outro lado, a consultoria na gestão do património dos fundos por parte da Golden Assets, o desenvolvimento de campanhas alusivas à poupança, o recente aumento de capital, entre outros, contribuíram para um acréscimo significativo de novas subscrições, reforços e transferências de Fundos de Pensões e PPR.

Sobre os resultados obtidos em 2017, António Amaral, administrador da SGF, afirma que são “fruto do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido e que cada vez mais, corresponde às necessidades e objetivos dos nossos clientes e investidores”. “Na proximidade do seu trigésimo aniversário, a SGF é hoje uma sociedade gestora mais sólida, robusta e competitiva, disponibilizando e oferecendo um conjunto de soluções adequado e adaptado às necessidades e exigências do mercado de Fundos de Pensões”, reforça ainda.

Recorde-se que a estrutura acionista se manteve intacta e estável durante todo o ano, com o Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários (SNQTB), a Groupama, o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) e a Golden Actives, tendo esta última reforçado recentemente a sua posição.

Quanto ao próximo ano, e tendo em conta as alterações legislativas recentemente aprovadas que irão dar origem, já em 2018, ao desenvolvimento de novas soluções ao nível do recebimento dos benefícios constituídos na lógica dos complementos de reforma, a  SGF passará a garantir o pagamento desses benefícios a clientes e potenciais clientes. “Estamos convictos que estas alterações representam uma oportunidade para a SGF apresentar as melhores soluções para os seus atuais e futuros clientes, no momento da passagem à reforma”, conclui o responsável.