SIC e RTP1 foram os canais que mais peças emitiram sobre as eleições europeias

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social concluiu que o canal do grupo Impresa divulgou 189 peças com a presença de candidaturas às eleições para o Parlamento Europeu, que representam menos de 3% do tempo total de noticiários analisados.

Fotografia cedida

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) analisou 578 peças noticiosas em cinco canais de televisão portugueses e concluiu que a SIC e a RTP1 foram as estações que mais emitiram sobre as eleições europeias de 2019: mais de sete horas nos dois casos.

O estudo do regulador da comunicação social, que envolveu mais de 20 horas de informação diária, concluiu que o canal do grupo Impresa divulgou 189 peças com a presença de candidaturas às eleições para o Parlamento Europeu (PE), que representam menos de 3% do tempo total de noticiários analisados. Já a estação televisiva pública emitiu 186, correspondentes a 4% do tempo total desses mesmos noticiários.

Na emissão feita pela SIC durante este período eleitoral, 88% das peças concentram-se em protagonistas das cinco candidaturas com deputados eleitos para o PE em 2014. “A candidatura do PCTP/MRPP é a única sem representação parlamentar que surge, na única peça em que é referenciada, sem voz. Já a coligação Basta, presente em sete peças, surge em cinco sem voz”, refere a ERC, que assinala também a “saliência” da cobertura dada aos cabeças de lista e aos secretários-gerais dos partidos candidatos com assento no PE.

Na cobertura feita pela RTP1, 79% das peças concentram-se em protagonistas das cinco candidaturas com deputados eleitos para o PE em 2014. A ERC refere que “é patente a saliência da cobertura dada aos cabeças de lista seguidos pelos secretários-gerais dos partidos candidatos com assento” no PE e “nem sempre contêm conteúdos temáticos que remetam para assuntos europeus”.

O relatório elaborado pelo departamento de Análise de Media da ERC circunscreveu-se à cobertura mediática feita pela RTP1, RTP2 (71 peças), SIC, TVI (105 peças) e CMTV (27 peças) e teve como universo os noticiários televisivos emitidos em período de campanha eleitoral (entre os dias 13 a 24 de maio). O objetivo do documento foi identificar presenças dos partidos políticos candidatos ao ato eleitoral, bem como dos seus representantes (candidatos e outros).

Recomendadas

Descubra a NAV, segundo o humor do secretário de Estado das Comunicações

Alberto Souto de Miranda acredita que os próximos dez anos da empresa responsável pela gestão do tráfego aéreo em Portugal “serão uma história de sucesso para celebrar”.

IP relança concurso para linha ferroviária da Beira Alta com preço base de 80 milhões

O anterior concurso foi anulado por todas as propostas concorrentes terem superado o valor base inscrito no caderno de encargos, atrasando todo o processo.

Grupo Vila Galé vai entrar no setor agroindustrial

O grupo hoteleiro vai investir numa central de fruta, para produzir e vender fruta, compotas de fruta, fruta laminada e fruta desidratada, para abastecer a cadeia e vender a clientes externos.
Comentários