Sismo de magnitude de 5,1 registado no Japão

Um abalo sísmico com uma magnitude de 5,1 na escala aberta de Richter foi hoje sentido na capital do Japão, Tóquio, não havendo informação sobre vítimas ou danos materiais elevados.

De acordo com a Agência Meteorológica do Japão, o tremor de terra foi registado às 15:20 horas locais (07:20 em Lisboa) e teve epicentro a este de Tóquio, na província de Chiba, a cerca de 40 quilómetros de profundidade.

As autoridades não acionaram o alerta de tsunami.

Na capital japonesa o abalo sísmico teve uma intensidade de 4 na escala de Richter.

Este abalo ocorreu depois de, durante a última semana, a Agência Meteorológica do Japão ter registado cerca de três dezenas de abalos sísmicos no país com magnitudes entre os 2,0 na escala de Richter, até ao valor de 5,1 hoje registado.

No dia 10 de maio, o Japão já tinha sido abalado por um tremor de terra de magnitude de 6,3 (na mesma escala), com epicentro no sudoeste do país. Não houve registo de vítimas.

O Japão fica no chamado ‘Anel de fogo’, uma das zonas sísmicas mais ativas do mundo, registando a ocorrência de tremores de terra com relativa frequência, pelo que as suas infraestruturas estão projetadas para ter maior resistência a sismos.

Ler mais
Recomendadas

Comunidade Económica da África Ocidental quer moeda única em 2020

Os 15 países da CEDEAO reafirmaram esta segunda-feira, em Abidjan, o objetivo de lançar uma moeda única em 2020, apesar dos “desafios” deste projeto pensado há 30 anos.

Crise em Angola obriga empresários a recrutarem mais talentos angolanos

Estudo divulgado esta segunda-feira revela que as empresas angolanas, em 2018, recrutaram mais licenciados e bacharéis para trabalhar na área tecnológica, com maior domínio de HTML, Java, SQL, Visual Basic e Visual Basic Net.

Morsi, antigo presidente do Egito, morre em tribunal

O antigo presidente do Egipto Mohammed Morsi, acusado de espionagem, morreu em tribunal, avança a televisão pública egípcia.
Comentários