Sonae Sierra poupou 25 milhões em 2018 com gestão sustentável

A empresa gestora de centros comerciais diz ter cumprido no ano passado 86% dos seus objetivos de sustentabilidade.

GranCasa Sonae Sierra

A Sonae Sierra reclama a poupança de cerca de 25 milhões de euros em 2018 com a introdução de medidas de gestão sustentável em diversas vertentes da atividade da empresa.

“A implementação de medidas de eficiência de gestão de energia, de água e de resíduos, ao longo dos últimos 16 anos, permitiu à Sonae Sierra evitar 25 milhões em custos operacionais em 2018, ano em que a empresa apresentou também resultados financeiros muito positivos”, destaca um comunicado da gestora imobiliária.

De acordo com o documento, “estes resultados demonstram o sólido desempenho da Sonae Sierra e a implementação bem-sucedida da sua estratégia, a par da capacidade da empresa de criar valor partilhado através de respostas a desafios relacionados com a sustentabilidade”.

Os responsáveis da Sonae Sierra destacam que “há mais de 20 anos” que a empresa assumiu um compromisso com o ambiente e a sociedade ao apostar na implementação de medidas de eficiência na gestão de energia, água e resíduos, na melhoria da segurança e saúde e na integração da sustentabilidade na sua estratégia de negócio”.

“Em 2018, a empresa melhorou a ecoeficiência dos seus centros comerciais na maioria dos indicadores-chave, tendo cumprido neste ano 86% dos seus objetivos de sustentabilidade. Nomeadamente, a empresa reduziu as emissões de gases com efeito de estufa (GEE) em 9,1%, o consumo de eletricidade em 2,8% e a percentagem de reciclagem de resíduos cresceu 3%”, adianta o referido comunicado.

Segundo esse documento, “comparativamente com anos anteriores, a Sonae Sierra melhorou em 21% a eficiência na utilização de água, desde 2003 e melhorou em 49% a eficiência no consumo de eletricidade, desde 2002”.

“A taxa de reciclagem aumentou 248% desde 2002 e a percentagem de resíduos enviados para aterro diminuiu 69%, desde 2007. Adicionalmente, a empresa reduziu as emissões de GEE em 81% desde 2005. Relativamente à segurança & saúde, a Sonae Sierra reduziu a severidade dos acidentes de trabalho e doenças profissionais em 86%, desde 2005”, adianta o comunicado da Sonae Sierra.

Recorde-se que, a nível operacional, no ano passado, a empresa apresentou um resultado líquido de 110 milhões de euros.

“A empresa vendeu ativos com um valor bruto de perto de 600 milhões, o que gerou ganhos significativos, viu o EBIT dos serviços crescer 11% face ao ano anterior, investiu mais de 165 milhões de euros em expansões, como a do NorteShopping, bem como, no desenvolvimento de dois ‘outlets’ em Espanha e na Grécia e na construção de um novo centro comercial na Colômbia, que abriu no passado mês de fevereiro”, elenca o comunicado da empresa.

 

Ler mais
Recomendadas

Saiba em que casos as empresas podem controlar trabalhadores com recolha de dados biométricos

Embora o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD), que foi entrou em vigor há um ano, proíba o tratamento de dados biométricos, há exceções previstas na lei que possibilitar às empresas usar esta informação para controlar a assiduidade dos trabalhadores. Saiba quais.

Sony e Microsoft juntam-se para desenvolver soluções de jogo na cloud

A parceria prevê também que a empresa nipónica utilize os data centers da empresa de Redmond com as atuais plataformas de gaming e streaming.

PremiumPortugal tem cinco mil postos de combustível para descontaminar

A legislação sobre os solos contaminados continua ‘engavetada’, e esteve em debate com vários especialistas na Agência Portuguesa do Ambiente.
Comentários