Spiros Martinis Spettel será o primeiro CEO da parceria entre EDP e Engie

Mandatos na nova ‘joint venture’ vão durar três anos. No primeiro, é a EDP Renováveis a nomear o CEO, enquanto a Engie escolhe o ‘chairman’ e o COO, enquanto no seguinte será ao contrário.

Spiros Martinis Spettel,  membro do conselho de administração da EDP Renováveis (EDPR), irá ser o primeiro CEO da parceria anunciada esta terça-feira entre a EDP Energias de Portugal e a francesa Engie que visa criar um líder no mercado de energia eólica offshore, afirmou João Manso Neto, presidente da EDPR

A parceria vai contemplar a área da energia eólica offshore, as centrais marítimas que produzem eletricidade a partir do vento. O objetivo é que esta parceria esteja operacional até ao final de 2019.

Na apresentação da joint venture em Londres, a EDP e a Engie explicaram que os mandatos do CEO, Chief Operating Officer e Chairman irão durar três anos. No primeiro mandato, o CEO será escolhido pela EDP Renováveis, enquanto os outros dois postos serão nomeados pela energética francesa.

Martinis Spettel, que é head of global business development da EDPR, irá ser acompanhado por Paulo Almirante, português que é vice-presidnete da comissão executiva da Engie, como chairman, e por Greg Gorski, managing director of centralized power generation da empresa francesa, no cargo de COO.

No final desse primeiro mandato, a Engie irá nomear o novo CEO e a EDPR os outros dois cargos.

Relacionadas

Mexia: “Parceria da EDP com a Engie é uma medida natural no mercado”

O CEO da empresa portuguesa falou em Londres, na apresentação da parceria com a energética francesa. A ‘joint venture’ destina-se a criar líder de mercado no energia eólica ‘offshore’ e deve ser estabelecida até ao final do ano.

EDP anuncia parceria com franceses da Engie para a energia eólica offshore

O anúncio foi feito pela empresa esta terça-feira, semanas depois da OPA da CTG sobre a EDP ter terminado sem sucesso. O objetivo é criar uma “líder mundial na energia eólica offshore” com 5 a 7 gigawatts em operação ou construção até 2025. A parceria deve estar operacional até ao final de 2019.
Recomendadas

10 mandamentos gastronómicos da Quinta do Lago

Um verdadeiro portfólio gastronómico. Esta é a promessa de tudo aquilo que poderá encontrar na Quinta do Lago. Em cada uma das opções, uma experiência surpreendente. É que, aqui, a Natureza e o luxo andam de mãos dadas.

Toyota traz para Portugal um bestseller mundial

Foi comercializado em Portugal, no passado. É-nos familiar dos filmes e séries norte-americanos, onde se impõe pelo seu reconhecido requinte. Chega agora ao mercado português para se assumir como a proposta de topo da Toyota. Os argumentos são muitos…

ABANCA integra Ana Barros como administradora

A instituição reuniu o seu conselho de administração pela primeira vez em Lisboa. Licenciada no Porto, Ana Barros trabalhou em banca de investimento em Madrid, Nova Iorque e Londres, entre várias outras funções.
Comentários