Sporting SAD confirma Jorge Jesus no Jamor na final da Taça de Portugal

“Em face das notícias vindas a público e à especulação que existe na comunicação social, a Sporting SAD informa que o treinador Jorge Jesus estará a orientar a equipa do Sporting na final da Taça de Portugal”, escreveu o clube na rede social Twitter.

Susana Vera/Reuters
Ler mais

O Sporting informou hoje que o treinador Jorge Jesus vai orientar a equipa na final da Taça de Portugal em futebol, a disputar no domingo, às 17:15, frente ao Desportivo das Aves.

“Em face das notícias vindas a público e à especulação que existe na comunicação social, a Sporting SAD informa que o treinador Jorge Jesus estará a orientar a equipa do Sporting na final da Taça de Portugal”, escreveu o clube na rede social Twitter.

Na segunda-feira, o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, esteve reunido com Jorge Jesus, jogadores da equipa de futebol e médicos, num dia em que circularam notícias contraditórias quanto a uma eventual suspensão do técnico e que alguns futebolistas não jogariam a final da Taça, em solidariedade para com o treinador.

Uma situação desmentida pelo presidente do clube, que ao final da tarde, ao sair das instalações de Alvalade, referiu que “ninguém foi suspenso”.

No domingo, o Sporting foi derrotado por 2-1 frente ao Marítimo, nos Barreiros, e perdeu o segundo lugar do campeonato, que dava acesso à terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões e a um possível encaixe financeiro que podia ascender a mais de 20 milhões de euros, para o rival Benfica.

No final do jogo, os adeptos do Sporting que acompanharam a equipa à Madeira manifestaram de forma veemente o seu desagrado junto do treinador e da equipa, chegando a registar-se tentativas de agressão a jogadores no aeroporto e insultos e protestos à chegada da comitiva a Lisboa e ao Estádio José Alvalade.

Recomendadas

UGT aprova reivindicações para 2019, com aumentos entre os 3 e os 4%

O documento reivindicativo da UGT vai ser aprovado pelo Secretariado Nacional da central, na sua primeira reunião após as férias, e tem como objetivo definir a ação da central e dos seus sindicatos para o próximo ano, assim como as medidas que considera prioritárias em termos de OE.

Cortar IVA da energia para 13% custaria 500 milhões de euros ao Estado

Será quase certo que não será aprovada a proposta do BE que pretendia baixar o IVA da energia em Portugal, a quinta mais elevada da União Europeia, segundo escreve o “Jornal de Negócios”.

Governo vai aumentar orçamento das Forças Armadas em 1,6 mil milhões de euros

Com esta verba as Forças Armadas vão ter um valor total superior a 4,7 mil milhões de euros para fazer face às despesas. Orçamento irá ter um crescimento de quase 47% face à atual lei.
Comentários