Startup inglesa que criou programa para carros autónomos vence concurso da Web Summit

A Wayve é uma empresa de fase inicial criada por jovens da instituição inglesa de ensino superior Cambridge University, que desenvolveram um ‘software’ com inteligência artificial para aplicar em carros autónomos.

A ‘startup’ inglesa Wayne, que criou um programa para carros autónomos, venceu hoje o concurso para estas empresas em fase inicial na cimeira de tecnologia Web Summit, em Lisboa, divulgou o júri.

O anúncio foi feito pelo júri do ‘pitch’ (breve apresentação de uma empresa com apenas três a cinco minutos de duração) no palco principal do evento, na Altice Arena, depois da final de hoje, entre três companhias de um total de 168 de 40 países que concorreram.

Para a decisão contou, além do veredicto dos jurados, as votações dos participantes no evento, através da aplicação para telemóvel da Web Summit.

A Wayve é uma empresa de fase inicial criada por jovens da instituição inglesa de ensino superior Cambridge University, que desenvolveram um ‘software’ com inteligência artificial para aplicar em carros autónomos.

A Web Summit termina hoje no Altice Arena (antigo Meo Arena) e na Feira Internacional de Lisboa (FIL), sendo esperados mais de 70 mil participantes de 170 países naquela que é a terceira edição de 13 previstas em Lisboa.

A cimeira tecnológica, de inovação e de empreendedorismo Web Summit nasceu em 2010 na Irlanda e mudou-se em 2016 para Portugal e desde essa altura terá gerado um impacto económico de mais de 500 milhões euros.

Inicialmente, estava previsto que a cimeira ficasse por apenas três anos, mas em outubro deste ano foi anunciado que o evento continuará a ser realizado em Lisboa por mais 10 anos, ou seja, até 2028, mediante contrapartidas anuais de 11 milhões de euros e a expansão da FIL.

Ler mais
Recomendadas

Dois ministros britânicos vão demitir-se se Boris Johnson suceder a Theresa May

Os ministros britânicos das Finanças e Justiça, Philip Hammond e David Gouke, respetivamente, já pré-anunciaram renunciarem aos cargos se Boris Johnson for eleito o novo líder do Partido Conservador e, consequentemente, primeiro-ministro. Em causa estão as pretensões de Boris Johnson sobre o Brexit.

Críticas ao BdP, gestão do banco e governo de Sócrates. Conheça ao detalhe o relatório da CPI à Caixa Geral de Depósitos

Relatório final reflete as conclusões retiradas pelos deputados sobre a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e a gestão do banco público. Trabalhos começaram em março e as conclusões visam vários alvos: Banco de Portugal, gestão do banco e sucessivos Governos, com destaque para o Executivo liderado por José Sócrates.

80.900 portugueses já pediram estatuto de residente no Reino Unido

“Em poucos meses, centenas de milhares de cidadãos da UE e as suas famílias garantiram os seus direitos. Os cidadãos da UE e as suas famílias têm até 31 de dezembro de 2020 para se candidatarem e não queremos que ninguém seja deixado para trás”, afirmou o ministro do Interior do Reino Unido
Comentários