Supermercados Dia: “Estamos expectantes com a chegada da Mercadona a Portugal”

O diretor-executivo do grupo Dia defendeu que a empresa espanhola está melhor posicionada “em termos de proximidade” com os clientes. O Dia prepara a implementação da loja online em Portugal ainda este ano.

Mariana Bandeira
Ler mais

O diretor-executivo do Dia (Distribuidora Internacional de Alimentación) admitiu que o grupo de supermercados está “expectante” com a chegada da Mercadona a Portugal em 2019. Amando Sanchéz defendeu, no entanto, que a empresa espanhola que lidera está melhor posicionada “em termos de proximidade” com os clientes.

“Estamos expectantes. (…) Estamos conscientes da força da Mercadona enquanto concorrente”, disse o responsável do Dia pelo mercado português aos jornalistas. Amando Sanchéz, acrescentou que, por outro lado, o grupo espanhol que lidera está melhor posicionado “em termos de proximidade”.

Na conferência de imprensa de apresentação dos resultados de 2017, o conselheiro delegado do Dia garantiu que o grupo está preparado “para acelerar o crescimento” através da reinvenção do conceito de proximidade na Península Ibérica [renovação de cerca de mil lojas], aceleração da expansão nos países emergentes e desenvolvimento do e-commerce, que estará disponível no resto dos países em que opera em 2018.

Nesse sentido, espera-se que a loja online do Dia esteja funcional em Portugal ainda este ano. Porém, os porta-vozes da cadeia de supermercados não anunciaram uma data concreta para os portugueses poderem começar a adquirir produtos das lojas Mini Preço através da Internet.

“Esperamos um ano de crescimento, depois de um ano de transformação (…). O resultado líquido cai por causa do nosso investimento no preço na segunda parte do ano para reforçar a nossa posição de liderança no preço”, explicou Ricardo Currás, à margem do evento. Ou seja, a redução de preços da cadeia de supermercados no final de 2017 gerou subida nas vendas, que estiveram em linha com as expectativas, mas quedas nos lucros.

Quanto a Portugal, o número um do grupo assegura que “cumpriu os objetivos” [em termos de vendas e de crescimento], bem como os restantes mercados nos quais opera – Espanha, Argentina e Brasil. Aos meios de comunicação social presentes no encontro, Ricardo Currás disse que o Dia teve “um ano satisfatório”.

Após ter iniciado a sessão bolsista espanhola em terreno negativo, as ações do Dia recuperaram. A cotada no Ibex ganha 2,90% para 4,010 euros.

Em Madrid

Recomendadas

“Crescimento da Mercadona virá de Portugal”, assume presidente do grupo

O líder da distribuição em Espanha está a atingir o limite máximo de lojas no país vizinho e optou por Portugal para ser a primeira experiência de internacionalização e para continuar a expandir-se.

Cash Express quer reforçar rede no Algarve a partir do êxito de Portimão

A primeira loja desta rede em Portugal, aberta em Portimão, apresenta um crescimento significativo com uma faturação na ordem de um milhão de euros.

Sonae pretende colocar 25% do negócio do retalho em bolsa

A IPO será composta por uma oferta pública a investidores qualificados e não qualificados em Portugal, bem como uma oferta particular internacional a investidores institucionais, anunciou a retalhista.
Comentários