Suspeita de fraude no subsídio de mobilidade da Madeira

Existem pelo menos três agências de viagens a serem investigadas. A investigação é da Polícia Judiciária depois de um alerta da inspecção das Finanças.

Existem pelo menos três agências de viagens a serem investigadas por alegadamente estarem envolvidas num esquema fraudulento relacionado com o subsídio de mobilidade nas passagens entre o Continente e a Madeira, no valor de milhões, avançou a RTP Madeira, no passado sábado.

A investigação é da Polícia Judiciária depois de um alerta da Inspecção das Finanças. As suspeitas são de falsificação de faturas, documentos, talões de embarque, e simulação de viagens aéreas, diz o canal de televisão.

De referir que os residentes da Madeira beneficiam de um subsídio de mobilidade, nas deslocações ao Continente, levando a que paguem 86 euros ou 65 euros, se forem estudantes, para viagens até aos 400 euros. Os passageiros são reembolsados pela diferença entre os 400 euros e os 86 euros ou 65 euros.

 

Recomendadas

Madeira está mais aberta à internacionalização mas ainda existem constrangimentos

O frete, a morosidade, e o valor acrescentado, foram alguns dos desafios identificados durante o debate sobre negócio internacional e fundos comunitários inserido na iniciativa Box Santander, que decorre na Praça do Município.

Pousada do Pestana em Câmara de Lobos é inaugurada hoje

Este empreendimento envolveu um investimento de quatro milhões de euros e a criação de 40 postos de trabalho.

Conservar alimentos no congelador: Dicas para bem comprar e congelar

Não se esqueça que para congelar alimentos o equipamento terá de apresentar quatro estrelas. Os congeladores de três servem apenas para conservar os produtos comprados já congelados.
Comentários