TAP reforça oferta de voos para a Rússia durante a maior competição de futebol

O evento desportivo do ano permite aliar duas paixões: futebol e viagens. Para além dos jogos, há tesouros históricos e naturais para descobrir no país dos czares.

Ler mais

O relógio oficial já iniciou a contagem decrescente para o torneio. A equipa das quinas, atual campeã da Europa, vai jogar contra Espanha, Marrocos e Irão na fase de grupos.

Pela primeira vez é a Rússia a receber este evento desportivo. É, por isso, a oportunidade perfeita para viver as emoções da competição “in loco” e explorar Moscovo e as outras cidades que acolhem o evento desportivo. Há acontecimentos que ficam para a história e os torneios mundiais de futebol são disso exemplo. 32 nações põem de lado as diferenças para juntas sonharem com a vitória.

A capital russa, que recebe Portugal para o confronto com o Irão, é das cidades mais emblemáticas do norte da Europa e vale a pena conhecê-la. Durante as partidas ela será o palco da paixão futebolística. Depois das partidas é lugar de descoberta.

A oferta cultural é grande, mesmo fora dos museus e teatros. O metro de Moscovo, conhecido como o palácio subterrâneo, é único pela beleza da sua estética. Imagine um teto de 200 metros feito em ouro! É assim sumptuoso.

Imperdíveis são também a famosa Praça Vermelha, a catedral de São Basílio e o Kremlin, residência oficial do presidente da Rússia.

Não precisa de se deslocar muito para visitar os principais pontos de interesse, dada a sua proximidade.

De salientar, para quem não gosta do frio, que o calendário da maior festa do desporto rei coincide com temperaturas agradavelmente positivas na Rússia.

Dentro e fora dos estádios haverá espírito desportivo, mistura de culturas e a alegria dos russos, que não perdem uma oportunidade para celebrar. Pode já garantir lugar nos festejos.

A  TAP reforça a oferta para Moscovo com 2 voos diários. De 9 de junho a 17 de julho haverá uma frequência adicional, num total de 78 frequências extra.

Muitas opções para quem quer fazer parte desta convocatória. O pontapé de saída da competição é no dia 14 de junho e a final será a 15 de julho.

 

Recomendadas

Ford condenada a pagar 611 mil euros por vender carros com defeito na Tailândia

A maioria dos queixosos deste processo coletivo vai receber pagamentos entre os 6,79 euros e os 679 euros, dependendo do número de vezes e do tempo que os carros passaram nas oficinas de automóveis a serem reparados.

Leia aqui o Jornal Económico desta semana

Leia todas as edições do Jornal Económico, na plataforma JE Leitor. Aproveite as nossas ofertas para assinar o Jornal Económico. Apoie o jornalismo independente.

“A Associação Mutualista vai voltar a ter resultados positivos este ano”

Tomás Correia diz que este ano a Associação vai ter lucros e vai começar a libertar imparidades da Caixa Económica, o que ajuda os lucros e os capitais próprios. Recusa qualquer relação privilegiada com o BES e admite escolher em breve o ‘Chairman’ do banco.
Comentários