TecMinho abre candidaturas para Laboratório de Ideias de Negócio

O programa de aceleração de ideias de negócio destina-se a todos os alunos, diplomados, docentes e investigadores do ensino superior. O período de candidaturas termina a 20 de outubro.

O programa de aceleração de ideias de negócio da TecMinho IdeaLa regressa já este outubro, podendo concorrer alunos, diplomados, docentes e investigadores do ensino superior.

Cada candidato, ou grupo de candidatos até cinco elementos, só pode apresentar uma ideia. Findo o perído de candidatura, os inscritos participarão na “Sessão de Ideação”, uma sessão criativa de pré-seleção e pré-análise da ideia e do perfil empreendedor, que se realiza dias 30 e 31 de outubro.

O apoio disponibilizado no IdeaLab por uma equipa de tutores e mentores é gratuito e compreende seis workshops, subordinados aos temas: “Voice of the Customer”, Mercado, Estratégia, Finanças, Impacto e Elevator Pitch -, bem como tutoria, networking e coaching.

A candidatura é formalizada mediante o preenchimento de um formulário, acompanhado de um curriculum vitae do candidato.

 

Balanço de 20 edições

O IdeaLab apoia semestralmente a criação e o desenvolvimento de ideias de negócio de base tecnológica e/ou conhecimento intensivo ligadas à Universidade do Minho. Nas 19 edições anteriores, foram apoiados 646 empreendedores e 285 ideias de negócio. No total, desde 2009, foram constituídas 31 empresas, das quais sete são spin-offs da Universidade do Minho.

A iniciativa é co-financiada pelo projeto LACES, no âmbito do INTERREG – POCTEP.

Ler mais
Recomendadas

Startups da ourivesaria têm a vida facilitada com nova “oficina co-work”

A Associação Nacional de Jovens Empresários e a Câmara de Gondomar uniram-se para facilitar o acesso dos ourives empreendedores a instrumentos para começarem o negócio. “Há vários jovens e ideias frescas prontos para por mãos à obra, precisam apenas de um apoio inicial. O investimento para entrar no setor é muito elevado, a aquisição das ferramentas mais básicas rondará os 50 mil euros”, diz ao Jornal Económico Francisco Mendes, diretor da ANJE.

Nabeiro convida startups a desenvolverem pilotos para as empresas do grupo

Desenvolvido pelo centro de inovação interno, em parceria com a consultora iMatch, o programa desafia pequenas empresas a apresentar soluções de produto, sustentabilidade e interação com o consumidor. “O grupo irá, mediante análise de cada uma, assegurar o financiamento necessário para o desenvolvimento e implementação dos respetivos pilotos”, refere Rui Miguel Nabeiro ao Jornal Económico.

Everis tem 10 mil euros para oferecer a empreendedores portugueses

As candidaturas a melhor projeto nacional relacionado com novos modelos de negócio na economia digital, tecnologias industriais, biotecnologia e saúde terminam daqui a 1 mês. Os projetos têm de estar, pelo menos, em fase de prototipagem.
Comentários