Tecnológica do Porto dá 500 euros por cada filho que os seus trabalhadores tiverem

A ITSector considera que é um incentivo à natalidade e ao reconhecimento da importância da família para o bem-estar dos seus colaboradores. A medida que já beneficiou 56 colaboradores desde 2015 e resultou num investimento de 28 mil euros por parte da empresa de software.

A ITSector está a oferecer 500 euros aos seus colaboradores pelo nascimento de cada filho, anunciou a tecnológica com sede no Porto esta terça-feira. A empresa de desenvolvimento de software para o setor financeiro vê nesta medida um incentivo à natalidade e pretende reconhecer a importância da família para o bem-estar dos seus 400 trabalhadores em Portugal, distribuídos pelos centros de tecnologias avançadas localizados no Porto, Lisboa, Braga, Aveiro e Bragança.

“Esta iniciativa é simplesmente o reflexo da nossa identidade. É, no fundo, uma demonstração simples do quanto queremos promover o bem estar e equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, reconhecendo a importância desta dimensão na nossa vida e no nosso bem estar”, refere Maria Inês Domingues, diretora de Recursos Humanos da ITSector.

A medida não é nova e já beneficiou 56 colaboradores desde 2015, tendo implicado um investimento de 28 mil euros por parte da ITSector, de acordo com a informação veiculada por Maria Inês Domingues.

Após ter concluído o último ano com um volume de negócios de 18 milhões de euros, a empresa espera um aumento dos níveis de faturação anual para os 22 milhões em 2019, face ao crescimento da carteira de encomendas registada no primeiro trimestre deste ano, aumentando ainda para 45% o volume de exportações, que em 2018 se situou na ordem dos 30%.

Com este crescimento a ITSector pretende em 2019, contratar mais 100 talentos, destinados a reforçar os centros de nearshore que tem em território nacional, mudando de instalações na cidade do Porto e Braga em breve e reforçando ainda as restantes geografias.

Fundada no Porto, em 2005, a empresa tecnológica tem ainda escritórios na Polónia, Alemanha, Angola, Moçambique e no Quénia.

Ler mais
Relacionadas

ITSector assegura no semestre faturação prevista para o final do ano

Tecnológica fundada no Porto regista melhor ano de sempre. O setor financeiro é a sua grande referência. O total da faturação de 2017 foi de 14,4 milhões.
Recomendadas

Trabalhadores da General Motors em greve a partir de segunda-feira

O sindicato United Auto Workers (UAW), o maior do setor automóvel, marcou hoje uma greve que abrange os cerca de 48 mil trabalhadores do gigante norte-americano General Motors (GM) na primeira paralisação em 12 anos.

PremiumPresidente da ATP disponível para novas fusões que unifiquem o setor

Mário Jorge Machado diz que consolidar o associativismo nos têxteis até unir todos os empresários seria benéfico para o setor. Frente internacional é outra prioridade do líder da Associação Têxtil e do Vestuário de Portugal.

Premium70 anos da Santini. Como a teoria do Big Bang se pode aplicar aos gelados artesanais

Desde o avô Attilio, desde a Cortina d’Ampezzo, a história da mais famosa gelataria portuguesa está a comemorar a partir desta semana o seu 70.º aniversário e já vai para a quarta geração dentro da família. O grande salto de expansão da cadeia foi dado, há cerca de 12 anos, com a parceria com a família Botton. Os novos desafios passam por mais lojas em Lisboa, Porto e Algarve, bem como a entrada nos mercados internacionais.
Comentários