Tecnológicas em alta mas Wall Street fechou mista

Os ganhos que marcaram o início da sessão não se prolongaram, num dia em que o presidente dos EUA, Donald Trump, revelou que poderia adiar novo aumento às tarifas sobre as exportações chinesas desde que ambos os países chegassem a acordo.

Reuters

A bolsa de Nova Iorque não prolongou os ganhos registados no início da sessão desta quarta-feira, tendo fechado mista.  O S&P 500 caiu 0,12%, para 2.913,78 pontos; o industrial Dow Jones recuou 0,04%, para 26.536,82 pontos; e o tecnológico Nasdaq subiu 0,32%, para 7.909,97 pontos.

Em vésperas de uma reunião entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o presidente da China, Xi Jinping, a guerra comercial continua a ser o foco dos mercados e dos investidores. Os líderes das duas maiores economias mundiais têm um encontro marcado para o próximo sábado, que se realizará durante cimeira do G20, em Osaka, no Japão.

Em declarações a CNBC, o secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin revelou que o acordo comercial com a China está “90% concluído”.

Num sinal misto para os mercados, também Donald Trump, se pronunciou sobre as negociações comerciais com a China e revelou ser “absolutamente possível” não aumentar as tarifas às exportações chinesas, desde que os dois países cheguem a acordo.

Nas tecnológicas, destaque para a subida da Apple. Os títulos da fabricante de iPhones estão próximos dos 200 dólares, depois de uma valorização de mais de 2%.

Nas matérias-primas, o “ouro negro” está a valorizar. Na Europa, o barril de Brent sobe 1,86%, para 66,26 dólares, enquanto nos EUA, o West Texas Intermediate ganha 2,40%, para 59,22 dólares.

Ler mais
Recomendadas

Depois das praças europeias, Brexit penaliza Wall Street

O Goldman Sachs aumentou a sua estimativa quanto à probabilidade de o Brexit vir mesmo a acontecer, atribuindo agora 65% de hipóteses para que o divórcio entre a União Europeia e o Reino Unido ocorra no dia 31 de outubro.

Brexit assusta bolsas europeias e PSI 20 perde 0,73%

Voto no Parlamento britânico sobre o acordo do Brexit negociado esta semana com a União Europeia causou algum desconforto para os investidores. No PSI 20, a Mota Engil e o BCP lideraram as perdas numa sessão em que 13 cotadas encerram em queda.

Wall Street abre a negociar flat

A penalizar Wall Street está nomeadamente o anúncio da Johnson & Johnson, após a empresa norte-americana anunciar que terá de retirar do mercado um lote de produto. Por outro lado, resultados da Coca-Cola, Intuitive Surgical e American Express2 animam as praças norte-americanas.
Comentários