Temperaturas descem até 4 graus

O tempo frio e seco vai continuar em Portugal continental pelo menos até ao final da próxima semana.

O tempo frio e seco vai continuar em Portugal continental pelo menos até ao final da próxima semana, disse à Lusa a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Maria João Frada. Nos próximos dias e pelo menos até dia 17 (quinta-feira) o tempo vai continuar seco, com céu pouco nublado ou limpo, e um enfraquecimento do vento, adiantou.

Maria João Frada indicou também que as temperaturas mínimas registada hoje não foram tão baixas como o esperado. “Hoje as mínimas relativamente aos dias anteriores não desceram tanto como era expetável. Estava previsto o transporte de uma massa de ar com caraterísticas árticas vindas do interior do continente europeu, mas o que o aconteceu foi que a massa ficou confinada a Espanha, ou seja, não entrou em Portugal continental”, disse.

De acordo com a meteorologista, esta massa é ligeiramente mais quente, mas ainda assim poderá dar temperaturas muito baixas. “As temperaturas mais baixas situaram-se no interior norte e centro entre os -4 e os -2. No entanto, temos regiões do litoral em que as temperaturas são de zero graus junto a Leiria e em Lisboa de 5,6 graus. No interior do Alentejo com 0 e 1 graus”, disse.

Maria João Frada indicou também que as temperaturas máximas vão descer 02 a 04 graus hoje. “As temperaturas baixas e o vento, que vai soprar moderado, sendo forte nas terras altas com rajadas de 60 a 70 quilómetros por hora, vão dar uma sensação acrescida de frio”, salientou.

Este cenário, segundo a meteorologista do IPMA, vai manter-se no fim de semana e na segunda e terça-feira o vento vai enfraquecer significativamente e prevê-se uma pequena subida dos valores da temperatura. “Vamos ter ainda neblinas ou nevoeiros matinais em alguns locais, mas não está prevista precipitação”, disse.

Todos os distritos de Portugal continental estão, até às 12:00 de sábado, sob aviso amarelo devido à persistência de valores baixos das temperaturas mínimas.

Ler mais
Recomendadas

Candelabros em prata de origem portuguesa vão ser leiloados em Londres

De acordo com a leiloeira, o par de candelabros que pertenceu originalmente ao conde e barão português irá a leilão nesse dia com uma estimativa que varia entre as 400 mil libras (cerca de 448 mil euros) e as 600 mil libras (672 mil euros).

EDP vai instalar até 50 pontos de carregamento nos hotéis Vila Galé

“Estamos muito satisfeitos por continuarmos a encontrar parceiros que, como a EDP, acreditam que é preciso dar passos importantes para uma sociedade mais sustentável”, sublinha Vera Pinto, presidente da EDP Comercial.

Renováveis em Portugal valem investimento superior a 650 milhões de euros e criam 4 mil empregos diretos

“O crescimento do setor renovável contribuiu para a redução da dependência energética externa do país, tendo esta ficado pelos 80% em 2017, quando em 2007 havia atingido os 83%”, dizem.
Comentários