Tesla vai sair de bolsa? Conselho de Administração acompanha Elon Musk

Eventual retirada de Wall Street foi levantada pelo co-fundador e CEO da Tesla, Elon Musk, esta terça-feira, tendo obrigado à suspensão das negociações devido à elevada procura.

O Conselho de Administração da Tesla confirmou esta quarta-feira que se terá reunido várias vezes nas últimas semanas para analisar a possibilidade de retirar a fabricante automóvel da bolsa de valores. A eventual retirada de Wall Street foi levantada pelo co-fundador e CEO da Tesla, Elon Musk, esta terça-feira, tendo obrigado à suspensão das negociações devido à elevada procura.

Segundo informação avançada pela imprensa norte-americana, Elon Musk terá levado a ideia de retirar as ações da empresa do mercado ao Conselho de Administração da Tesla na semana passada. No entanto, esta possibilidade não foi aprovada por todos os membros que fazem parte do conselho. Apenas assinaram Brad Buss, Robyn Denholm, Ira Ehrenpreis, Antonio Gracias, Linda Johnson Rice e James Murdoch. Steve Jurvetson e Kimbal Musk (irmão de Elon Musk) não assinaram a declaração.

A intenção foi esta terça-feira tornada pública pelo próprio Elon Musk, na rede social Twitter: “Estou a ponderar tirar a Tesla de bolsa nos 420 dólares. Financiamento assegurado”. A hipótese levantada foi suficiente para fazer o mercado reagir em alta, com as ações subiram cerca de 7%. Os títulos da Tesla negociavam nos 367,25 dólares quando as negociações foram suspensas.

O anúncio foi feito minutos depois do presidente executivo da Tesla ter anunciado que o Fundo Soberano da Arábia Saudita terá adquirido uma posição no valor de dois mil milhões de dólares na empresa, o que corresponde a cerca de 5% da empresa. Mas retirar a empresa de bolsa não é assim tão fácil, uma vez que a Tesla tem capital disperso que teria de ser comprado através de uma hipotética Oferta Pública de Aquisição (OPA).

Entre as razões apresentadas por Elon Musk para retirar a empresa da bolsa está a intenção de evitar “distrações” que a volatibilidade da empresa no mercado bolsista podem levantar e tomar as melhores decisões de longo prazo sem pressão de investidores.

Relacionadas

Negociação das ações da Tesla suspensa após anúncio de eventual retirada da bolsa

Os títulos da Tesla negociavam nos 367,25 dólares quando as negociações foram suspensas.

Tesla pode sair de bolsa? Musk admite possibilidade

A possibilidade foi levantada por Elon Musk na rede social Twitter, tendo este sugerido retirá-la nos 420 dólares por ação, o que avaliaria a Tesla em 71,6 mil milhões de dólares.
Recomendadas

Wall Street encerra em alta com a China a poder aumentar importações americanas no valor de 1 trilião de dólares.

A China poderá aumentar as importações de produtos norte-americanos que, no total, valem mais de 1 bilião de dólares, o que reduziria o déficit comercial que os EUA têm no comércio com os chineses.

Axesor Rating avalia Portugal em BBB com tendência estável

Agência espanhola explicou que a classificação reflete a “solidez da procura interna” e a “reativação dos investimentos públicos no contexto do Plano Portugal 2020”.

Bolsas da Europa fecham semana no verde. Só o BCP fechou em queda no PSI20

Mais uma vez, as boas notícias sobre os progressos das conversações entre a China e os EUA, em matéria de relações comerciais, favoreceram o sentimento dos investidores nesta última sessão da semana.
Comentários