Tesouro vai leiloar até mil milhões de euros em dívida de curto prazo na quarta-feira

Segundo o calendário de financiamento do IGCP, este será o penúltimo leilão de BT no terceiro trimestre do ano. Na última colocação de dívida com as mesmas maturidades, o Tesouro português emitiu 1.250 milhões de euros com juros negativos.

D.R.

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública – IGCP vai realizar uma nova emissão de dívida de curto prazo na próxima quarta-feira. O Tesouro anunciou, esta sexta-feira em comunicado, que o montante indicativo é de 750 milhões a mil milhões de euros em Bilhetes do Tesouro (BT) a três e 11 meses.

“O IGCP, E.P.E. vai realizar no próximo dia 15 de agosto pelas 10h30 horas dois leilões das linhas de BT com maturidades em 16 de novembro de 2018 e 19 de julho de 2019, com um montante indicativo global entre 750 milhões de euros e 1.000 milhões de euros”, anunciou o IGCP.

Segundo o calendário de financiamento do IGCP, este será o penúltimo leilão de BT no terceiro trimestre do ano já que a agência tem ainda outro marcado para setembro.

No último leilão de dívida com as mesmas maturidades, o Tesouro português emitiu 1.250 milhões de euros em dívida de curto prazo tendo pago juros negativos, apesar de as taxas de colocação terem seguido sentidos contrários.

No caso das BT com prazo a 11 meses, o IGCP emitiu 950 milhões de euros, com uma taxa de juro nos -0,29% e uma procura 2,08 vezes acima da oferta. Já nas BT a três meses, a entidade liderada por Cristina Casalinho colocou 300 milhões de euros, tendo pago -0,399% e registado uma procura 2,93 vezes superior à oferta.