Theresa May retalia por causa de envenamento de ex-espião e vai expulsar 23 diplomatas russos

Sergei Skripal e a filha foram encontrados inconscientes a 4 de março, num centro comercial em Salisbury, no sul do Reino Unido, vítimas de um ataque deliberado com “novichok”, uma arma química que ataca o sistema nervoso e que é 10 vezes mais poderosa do que o VX.

O Reino Unido vai expulsar 23 diplomatas russos se a Rússia não explicar como é que um agente químico desenvolvido pela antiga União Soviética (atual Rússia) oi utilizado para envenenar um ex-espião russo em solo inglês, anunciou primeira-ministra britânica, esta quarta-feira.

Sergei Skripal e a filha foram encontrados inconscientes a 4 de março, num centro comercial em Salisbury, no sul do Reino Unido, vítimas de um ataque deliberado com “novichok”, uma arma química que ataca o sistema nervoso e que é 10 vezes mais poderosa do que o VX.

Theresa May tinha exigido ao Governo russo que respondesse formalmente, até à meia-noite de terça-feira, às suspeitas da sua participação na tentativa de envenenamento do antigo espião. A primeira-ministra considerou que a Rússia estaria “muito provavelmente” por trás do incidente. Como da Rússia não houve resposta considerada aceitável, o o Reino Unido prepara-se agora para retaliar.

Relacionadas

Reino Unido prepara-se para retaliar contra a Rússia depois de tentativa de envenenamento de ex-espião

A primeira-ministra britânica, Theresa May, esteve reunida de emergência com o conselho de segurança nacional esta quarta-feira para discutir medidas de retaliação contra a Rússia. Em causa está a tentativa de envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal e da filha com uma arma química desenvolvida pela antiga União Soviética (atual Rússia).

Foi Moscovo que envenenou o ex-espião? “Tem semelhanças com um ato russo”, realça Trump

“Vou falar hoje com Theresa May. Para mim, e com base em todas as provas que possuem, coincide com a Rússia”, declarou Donald Trump perante jornalistas na Casa Branca.

NATO diz que envenenamento de ex-espião russo é “incidente muito preocupante”

Na quarta-feira seguinte, o chefe da polícia antiterrorista britânica, Mark Rowley, revelou que o ex-agente duplo russo e a sua filha tinham sido vítimas de um ataque deliberado com um agente que ataca o sistema nervoso.

Rússia vs Reino Unido: conflito diplomático já alastrou aos media

Entidade reguladora da comunicação britânica, Ofcom, anunciou que pode reconsiderar a autorização dada à RT por achar que o canal está a ser utilizado para propaganda pró-Kremlin.

Boicote diplomático e real: Reino Unido não se fará representar no Mundial de futebol de 2018

A primeira-ministra britânica fez esta declaração durante uma intervenção no parlamento em que anunciou a “suspensão de contactos bilaterais” com Moscovo e a expulsão de 23 diplomatas russos.
Recomendadas

Fitch decide manter ‘rating’ de Moçambique em ‘default’ e prevê dívida nos 102%

“A decisão reflete o falhanço do emissor em resolver o ‘default’ da dívida aos credores comerciais”, escrevem os analistas na nota que explica a decisão, tomada hoje, de manter a avaliação de Moçambique em ‘Incumprimento Seletivo’ (RD – Restricted Default, no original em inglês).

Ex-presidente do Fundo Soberano de Angola vai a tribunal responder pela transferência ilícita de 500 milhões de dólares

O processo envolve o ex-presidente do Conselho de Administração do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos, e já foi remetido para o tribunal, lembrou o vice-procurador-geral da República angolano, Mota Liz.

Cimeira em Pyongyang “consolida passos” no sentido da desnuclearização, realça Governo português

Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) português identifica determinação de ambas as partes em mitigar a tensão entre as duas Coreias.
Comentários