Trump quer Air Force One com um visual “mais americano”

Mudanças podem não ficar por aqui: Trump terá a intenção de instalar uma cama maior e mais confortável, parecida com a que tem no seu avião particular.

Carlos Barria/REUTERS

A próxima versão do Air Force One – o avião que transporta o presidente dos Estados Unidos da América e que é um dos seus pontos de recuo quando a segurança dos presidentes está em causa – pode sofrer alterações estéticas, como vem acontecendo periodicamente. É que, de acordo com o site noticioso Axios, citado pela TSF, Donald Trump tenciona substituir “o azul Jackie Kennedy” por uma paleta de cores que lhe dê um visual “mais americano”.

O mesmo site avança que Trump considera que o azul atual – tecnicamente ‘ultramarino luminoso’ – não representa os Estados Unidos da América devidamente e aponta para anteriores ocupantes da Casa Branca, John F. Kennedy no caso, o que aparentemente lhe é adverso. O novo modelo pode passar pelas cores vermelho, branco e azul, que fazem parte da bandeira do país.

Mas as mudanças podem não ficar por aqui. Trump terá a intenção de instalar uma cama maior e mais confortável, parecida com a que tem no seu avião particular.

Ainda não há certezas sobre se as mudanças podem mesmo vir a acontecer, uma vez que as alterações ao Air Force One poderão causar atrito com a Força Aérea – dado que a aeronave não é bem um ‘brinquedo’ do presidente, mas antes um instrumento muito importante do dispositivo de defesa e uma verdadeira fortaleza voadora, apetrechada com o que há de mais moderno em termos de novas tecnologias.

Mesmo que as modificações avancem, Donald Trump só deve poder viajar nos novos Boeing 747 caso seja reeleito, tendo em conta que ainda é preciso converter duas aeronaves em ‘casas brancas voadoras’. Mas isso, a ver pelas sondagens, não parece ser um problema.

Recomendadas

Portugal garante apoio a detidos na Venezuela

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, disse hoje que estão a ser feitas “todas as diligências” para apoiar a defesa dos portugueses detidos na Venezuela, 10 de 34 gerentes de supermercados presos.

China chama embaixador dos EUA após sanções impostas contra o Exército

Em causa estão a sanções impostas pelo Governo norte-americano ao Equipment Development Department (EDD), responsável pelas armas e equipamentos do exército chinês, e ao seu diretor, Li Shangfu, por ter comprado armamento à empresa Rosoboronexport, exportadora russa de armamento, que já havia sido sancionada por Washington.

Marcelo Rebelo de Sousa reúne-se com Guterres no domingo e discursa quarta-feira na ONU

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai encontrar-se com o secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, no domingo, em Nova Iorque, onde irá discursar na 73.ª sessão da Assembleia Geral desta organização, na quarta-feira.
Comentários