Trump responde a capitã da seleção feminina de futebol: “Agora estou a convidar a equipa, ganhe ou perca”

“Sou um grande fã da equipa americana, e de futebol feminino, mas Megan [Rapinoe] deve ganhar primeiro antes de falar”, acusa o presidente dos EUA.

Christopher Aluka Berry / Reuters

Megan Rapinoe, capitã da equipa de futebol feminino dos Estados Unidos da América, respondeu a um jornalista da ‘Eight by Eight’ sobre se iria à Casa Branca, e a mesma resposta tornou-se viral nas redes sociais.

Como o presidente Donald Trump decide quando fala e os assuntos que aborda, decidiu levar a mesma questão até à sua rede social preferida: o Twitter. “Sou um grande fã da equipa americana, e de futebol feminino, mas Megan deve ganhar primeiro antes de falar”, acusa o presidente dos EUA.

A capitã tinha sido questionada sobre se iria à Casa Branca caso fosse convidada, ao que a mesma respondeu “não vou à p*** da Casa Branca”, referindo que “não devemos ser convidadas. Duvido disso”.

Donald Trump continuou o desabafo ao dizer que “ainda não convidámos Megan ou a equipa, mas estou agora a convidar a equipa, ganhe ou perca”.

“A Megan não deve desrespeitar o país, a Casa Branca, a nossa bandeira, e especialmente desde que fizemos tanto por ela e pela equipa”, sustentou. “Está orgulhosa da bandeira que usas. Os EUA estão a ir muito bem!”, finaliza o presidente.

Ler mais
Relacionadas

Jogadora da seleção de futebol dos EUA rejeita ser recebida por Trump: “Não vou à p*** da Casa Branca”

Megan Rapinoe chegou a acusar Donald Trump de ser “sexista”. A jogadora já se chegou a ajoelhar durante o hino dos EUA em protesto contra a violência policial. Rapinoe faz parte de um grupo de jogadoras que está a processar a federação norte-americana exigindo prémios iguais à seleção masculina.
Recomendadas

Broa de milho portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo para a CNN

No artigo, a broa de milho é descrita como um pão saudável, peneirado, amassado numa calha de madeira e tradicional do norte de Portugal.

Tudo por um ‘like’. Instagramers aproveitam motins nas ruas de Barcelona

Protestos violentos nas ruas catalãs serviam como fonte de inspiração de alguns influencers para obterem mais ‘likes’ nas suas contas do Instagram. Num momento de tensão nas ruas de Barcelona, as publicações foram criticadas por vários catalães.

PróToiro promete “diálogo civilizado e construtivo” com ministra que “sempre hostilizou o setor tauromáquico”

“Exageros do passado” de Graça Fonseca não foram esquecidos pela Federação Portuguesa de Tauromaquia, igualmente apreensiva com o peso que “partidos de matriz proibicionista” irão ter na Assembleia da República.
Comentários