Turismo: 129 hotéis entraram em processo de licenciamento em 18 meses

As tipologias de três ou menos estrelas dominam, correspondendo a 56% dos pedidos de licenciamento, segundo dados apurados pela Confidencial Imobiliário.

Entre o início de 2016 e junho deste ano entraram em processo de licenciamento 129 novos hotéis em Portugal continental, revelam números apurados pela Confidencial Imobiliário, um databank especializado em dados estatísticos sobre preços de transação e contratos de arrendamento de imóveis residenciais,

Os dados foram apurados pela Confidencial Imobiliário no âmbito da análise de pré-certificados energéticos emitidos pela ADENE, os quais têm de, obrigatoriamente, integrar os processos de licenciamento municipal de obras.

“As tipologias de três ou menos estrelas dominam a nova oferta em pipeline, correspondendo a 56% dos pedidos de licenciamento, com as categorias de quatro ou mais estrelas a corresponder aos restantes 44% dos hotéis em pipeline”, explica a Confidencial Imobiliário, em comunicado.

“Os hotéis foram o tipo de projeto dominante no total nacional de novos pedidos de licenciamento referentes a imobiliário turístico iniciados nos 18 meses em análise”, refere, adiantando que  “de um total de 245 projetos turísticos sujeitos a licenciamento nesse período, 53% dizem respeito a hotéis, enquanto os restantes 47% abrangem projetos de complexos turísticos, apartamentos turísticos, turismo de habitação e turismo rural”.

Em termos geográficos, os hotéis foram igualmente o tipo de projeto mais representativo na maioria das regiões portuguesas, à exceção das zonas Norte e do Alentejo, onde representaram um terço dos projetos turísticos em pipeline. No caso da Grande Lisboa, 82% dos pedidos de licenciamento de projetos turísticos foram para hotéis, enquanto que no Grande Porto representaram 78% do total. Já nas zonas Centro e no Algarve, essas proporções rondam os 59% e os 44%.

Recomendadas

Imperial liga-se à Walmart e abre portas para México, Chile e China

“A Imperial fechou um acordo com a Walmart Brasil e passámos a ser um fornecedor principal da insígnia Sam´s Club, o que abre as portas do México, Chile e China no próximo ano, nomeadamente aos produtos saudáveis”, disse à agência Lusa a presidente executiva da empresa, Manuela Tavares de Sousa.

AEP realizou 41 ações em 31 mercados com duas centenas de empresas nacionais

Em 2018, os setores que mais participaram em ações de internacionalização desenvolvidas pela AEP foram os Materiais de Construção, Agroalimentar e Casa & Decoração. A República Dominicana, Namíbia, Geórgia, Arménia, Bulgária e Paraguai foram os mercados que a AEP abordou pela primeira vez este ano.

Doutor Finanças distinguida como PME Líder 2018

O Doutor Finanças já se encontra a apoiar os portugueses com as suas finanças desde 2014, tendo ajudado já mais de 20.000 famílias a equilibrar a sua situação económico-financeira.
Comentários