Turismo do Centro, Booking e Chef Kiko entre os vencedores dos Prémios AHRESP

A categoria de Contributo para a Defesa da Gastronomia como Património Nacional foi este ano conquistada pela Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas.

Já são conhecidos os vencedores da quarta edição dos Prémios AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, galardão que distingue empresas e profissionais que se destacaram, em 2017, no setor de Turismo, Hotelaria e Restauração.

Entre as nove categorias votadas pelo público, os vencedores foram o Chef Kiko, como Jovem Empresário; o restaurante 100 Maneiras como Conceito/Marca; Beirão D’Honra como Produto do Ano e Booking como Site/Projeto Digital. A categoria de Contributo para a Defesa da Gastronomia como Património Nacional foi este ano conquistada pela Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas. No Programa de Divulgação de Oferta Turística foi premiado o “Viagens à Minha Terra” da TVI (jornalista Susana Pinto) e a grande vencedora da Entidade Regional de Turismo, foi o Turismo do Centro de Portugal.

No que diz respeito à categoria de Sustentabilidade Ambiental o grande vencedor foi a Aldeia da Cuada, Turismo Rural localizado na Ilha das Flores, nos Açores e na de Projeto de Solidariedade o galardão foi para The Day After “Uma Noite por Todos, evento dedicado à angariação de verbas para ajudar a reconstrução do território afetado pela vaga de incêndios de 15 e 16 outubro, promovido pelo Grupo Visabeira.

Este ano, foram entregues três outros prémios: na categoria de Técnico/a de Serviço de Restauração e Similares, venceu a Chef Mimi; José Afonso, Porteiro do Hotel Palácio Estoril na categoria Técnico/a de Serviço de Alojamento e na categoria Entidade Formadora, a distinção foi para o CFPSA – Centro de Formação Profissional para o Sector Alimentar.

Foram ainda atribuídas três distinções de prestígio, que reconhecem o legado de ilustres personalidades, escolhas diretas da Comissão de Honra: o Prémio Excelência foi para Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo; o Prémio Carreira foi entregue a Vitor Cabrita Neto, atual vice-presidente da AIP e a distinção ‘Portugueses Lá Fora’ foi para a Academia do Bacalhau, associação sem fins lucrativos presente em várias cidades que promove a gastronomia portuguesa em todo o mundo.

Recomendadas
Empresas portuguesas rejeitam pagamentos com criptomoedas
No prazo de dois anos, 78% das empresas portuguesas garantiram que não pretendem adotar este método de pagamento e 20% não sabem se o farão, segundo indica o European Payment Report 2018.
Bankinter incorporado no Dow Jones Sustainability Index
As ações do banco espanhol passarão a ser transacionáveis no índice Dow Jones Sustainability Index, o índice mais representativo em matérias de sustentabilidade. Para o banco, a incorporação neste índice representa um prémio pelo trabalho desenvolvido em todos os projetos sustentáveis da instituição bancária.
Irlanda cobra impostos à Apple que estão sob disputa jurídica
Embora tenha recorrido da decisão da União Europeia quanto à obrigação de cobrar esses impostos, o Governo da Irlanda já cobrou 13,1 mil milhões euros à Apple, mais 1,2 mil milhões em juros.
Comentários