Turismo religioso: ACISO promove Fátima no Vietname e na Coreia

Em 2017, o Vietname ocupou o décimo lugar no ranking dos países que mais visitaram Fátima.

Segundo os dados do Santuário de Fátima, o Vietname foi o décimo país com maior número de peregrinos em 2017, valor que tem vindo a aumentar de ano para ano. De 2016 para 2017, o Vietname subiu 9 posições no ranking que contabiliza o número de peregrinos de cada país que visitaram o Santuário.

Com base nestes números, a ACISO – Associação Empresarial Ourém-Fátima decidiu organizar várias ações que visam promover o destino Fátima no âmbito do turismo religioso. Uma destas ações, decorreu nesta primeira semana de novembro, e destinou-se a operadores turísticos do Vietname, onde participaram 10 operadores turísticos vindos do Vietname, das cidades Hanoi e Saigão, convidados pela Emirates. O circuito turístico incluiu Fátima, Ourém, Tomar, Batalha, Alcobaça, Óbidos, Lisboa e Troia.

No final deste ano, a ACISO prevê ainda a organização de workshops de turismo religioso no Vietname “de forma a solidificar a relação com este destino e criar oportunidades e parcerias entre os operadores turísticos locais e os associados da ACISO”, afirma Domingos Neves, presidente da ACISO, em comunicado.

A estratégia da associação passa ainda por outro país que se tem vindo a destacar (e cada vez mais), quer pelos visitantes do seu país a Fátima e zona envolvente, quer pelo número de católicos (mais de 5.7 milhões de fiéis, representando mais de 10% da população) existentes no país, a Coreia. A Coreia apresenta-se consistentemente no TOP 5 dos países com mais noites registadas em Fátima nos últimos anos.

De 19 e 25 de novembro, promovem então uma outra Famtrip para operadores turísticos coreanos especializados em turismo religioso, a qual incluirá uma visita ao Santuário e Museu de Fátima, Mosteiros de Alcobaça e Batalha, Convento de Cristo, em Tomar, visita à Nazaré e a Lisboa, entre outras atividades.

Recomendadas

Bison Bank liderou duas emissões obrigacionistas asiáticas no total de 1.300 milhões de dólares

O Bison Bank, ex-Banif BI, atua como Joint Lead Manager e Joint Bookrunner nas duas emissões obrigacionistas asiáticas.

Carlos Costa: “Apesar dos incontestáveis progressos, não há espaço para complacência”

Governador do Banco de Portugal defendeu a necessidade de forjar consensos políticos e económicos para implementar reformas estruturais.

Comissão Europeia e EDP organizam encontro entre multinacionais e startups

O evento de “matchmaking” de negócios nas áreas de energia e tecnologia realiza-se esta terça-feira (26 de março), em Lisboa.
Comentários