‘UK is calling you’: quer estudar no Reino Unido? Conheça as vagas de última hora

A OK Estudante anuncia uma última chamada para os alunos portugueses que queiram ingressar em universidades do Reino Unido no ano letivo de 2018/2019.

A empresa especializada em consultoria académica OK Estudante realiza nos dias 30 e 31 de julho a iniciativa uk is calling you, uma última chamada para quem quer estudar ou ter uma experiência de formação no ensino superior britânico. Para o efeito, o aluno terá de agendar uma reunião, através do site da OK.

A oportunidade destina-se, segundo a consultora, aos alunos que pretendam ter no seu curriculum uma experiência de formação no Reino Unido, mas não foram a tempo se candidatar na primeira fase do programa. Mas também àqueles jovens que, mesmo não tendo completado o 12º ano, queiram partir para uma experiência internacional.

Coventry, Middlesex, Navitas e Sunderland são, de acordo com a empresa, as universidades inglesas que ainda têm vagas disponíveis para aceitar candidaturas de última hora, com uma oferta de cursos em áreas distintas.

“A grande vantagem desta iniciativa é de que o aluno tem uma resposta imediata relativamente ao seu processo de candidatura, já que o resultado é conhecido no momento”, explica a OK Estudante.

A OK Estudante está presente em Lisboa, Porto, Leiria, Faro, Funchal, Vila Real e Setúbal. Em Portugal, a empresa representa oficialmente 48 universidades britânicas.

Recomendadas

Farto de chegar ao final do mês sem dados móveis? Siga estas dicas

Se costuma navegar, usar aplicações ou ver vídeos em 3G ou 4G, o dispositivo consome dados móveis. É uma solução prática na falta de uma ligação wi-fi, na estrada, no comboio ou em férias. E tudo se tornou mais interessante após a abolição do roaming na União Europeia. Mas a navegação móvel não é ilimitada, nem gratuita. Saiba como gerir os seus dados.

Greve na véspera de Natal e Ano Novo na MEO, NOS e Vodafone

Constantes alterações de horários, pausas contabilizadas ao segundo e ameaçadas com penalização e remuneração mensal, em regra, fixada no mínimo salarial são algumas das causas apontadas para a greve, segundo a CGTP-IN.

Whatsapp vai deixar de funcionar em alguns telemóveis. Saiba quais

O ano novo traz alterações tecnológicas: uma das aplicações mais utilizadas em todo o mundo vai deixar de poder ser utilizada nos telemóveis mais antigos.
Comentários