Um MBA Executivo em Portugal virado para o mundo

Na actual economia, onde as fronteiras dos mercados são cada vez mais alargadas, os executivos têm que estar cada vez mais preparados para trabalhar noutras geografias, com clientes, fornecedores ou uma equipa internacional, já para não mencionar o facto da concorrência ser global.

Ler mais

Por isso mesmo, o The Lisbon MBA Católica|Nova, que resulta da parceria entre as duas melhores escolas de negócios portuguesas, segundo o ranking do Financial Times – a Católica-Lisbon e a Nova SBE -, aumentou ainda mais a sua componente internacional ao alargar a sua parceria com a MIT Sloan School of Management para o seu MBA Executivo.

Isto significa que estes nossos alunos passarão a usufruir de uma semana no MIT, em Cambridge, MA, onde terão aulas com professores da escola de negócios do MIT, e estarão imersos no ecosistema da mesma, tendo acesso a empresas, executivos, empreendedores e centros de investigação. Depois de graduados, os alunos do The Lisbon MBA Executive terão o estatuto de afiliados à associação de alumni da Sloan School of Management, passando a ter um email da escola e a receber comunicação relativa à investigação mais recente, novas tendências na área da gestão, e melhores práticas.

Contudo, a experiência internacional não se esgota aqui, já que o The Lisbon MBA Executive foi repensado para proporcionar uma maior interação com executivos de várias nacionalidades e contextos culturais. Por isso mesmo, para permitir que mais alunos estrangeiros e portugueses com carreira internacional se inscrevam, o novo programa contempla um horário mais flexível. Compreende três semanas intensivas de aulas e cerca de 30 fins de semana às sextas e sábados das 9:30 às 17:15 a cada três semanas.

O novo programa inclui também o Leadership Stream, uma variante muito focada nas soft skills, nomeadamente competências de liderança, e coaching personalizado com coachers certificados. A aposta do The Lisbon MBA nestas competências visa dar aos alunos ferramentas para que eles sejam líderes nas suas organizações.

No novo Executive MBA há que ter em conta a existência de uma componente prática muito forte, já que os alunos não só aprendem a teoria, mas contactam com as melhores práticas do mercado, e com diferentes empresas, e podem colocar em prática o que aprendem em projetos reais, numa lógica de Applied Learning. É o exemplo do Business Project, um projeto real no qual os alunos do The Lisbon MBA têm a possibilidade trabalhar no seu último ano, tendo depois de apresentar as conclusões na última semana de aulas.

O The Lisbon MBA Executive mudou para oferecer, em Portugal, uma alternativa real a todos os que procuram um MBA Executivo internacional, inovador e exigente, para complementar a sua formação académica e assim atingir os objetivos profissionais a que se propuseram.

Anabela Possidónio

Diretora Executiva do The Lisbon MBA

 

Recomendadas

“Ilegalidades” e “erros de facto”: Multa sobre controlo da PT gera acusações da Altice a Bruxelas

No final de abril, a Comissão Europeia decidiu aplicar uma multa de 125 milhões de euros à multinacional Altice por esta ter concretizado a compra da operadora PT Portugal antes da notificação ou do aval de Bruxelas, violando assim as regras comunitárias.

Ministro da Economia pela primeira vez no Modtissimo

Manuel Caldeira Cabral vai estar no mais antigo certame ibérico do setor, que este ano espera mais de 400 compradores internacionais.

Autoestradas nacionais: uma rede a funcionar ao contrário

Um estudo da Associação Comercial do Porto afirma que a rede é ineficiente, cara e não serve os propósitos da sua criação. O Governo parece estar de acordo.
Comentários