Um quarto do total de deputados do PS vai sair do Parlamento para o Governo

Além do primeiro-ministro indigitado, António Costa, há mais 26 casos de transição do parlamento para o executivo.

Um quarto dos 108 deputados eleitos pelo PS nas últimas eleições legislativas (27) vão em breve transitar da Assembleia da República para o XXII Governo Constitucional, de acordo com a lista completa do novo executivo hoje divulgada.

Na legislatura que está a terminar, também cerca de um quarto dos membros do Grupo Parlamentar do PS, 21 num total de 86, foram exercer funções de ministro ou de secretário de Estado no XXI Governo Constitucional.

Além do primeiro-ministro indigitado, António Costa, há mais 26 casos de transição do parlamento para o executivo, com destaque para os ministros de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, de Estado e das Finanças, Mário Centeno, da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, e da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

Da lista de deputados eleitos, vão ainda ser em breve empossados como ministros Alexandra Leitão (Modernização Administrativa e Administração Pública), Graça Fonseca (Cultura), Tiago Brandão Rodrigues (Educação), Ana Mendes Godinho (Trabalho e Segurança Social), Marta Temido (Saúde), João Pedro Matos Fernandes (Ambiente e Ação Climática), Pedro Nuno Santos (Infraestruturas e Habitação) e Maria do Céu Albuquerque (Agricultura).

Já os deputados eleitos que vão tomar posse como secretários de Estado são os seguintes: João Neves (Adjunto e da Economia), João Torres (Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor), Eurico Brilhante Dias (Internacionalização), Ricardo Mourinho Félix (Adjunto e das Finanças), Maria de Fátima Fonseca (Administração Pública), José Mendes (Planeamento), Susana Amador (Adjunta e da Educação), João Paulo Rebelo (Desporto), Ana Sofia Antunes (Inclusão das Pessoas com Deficiência), Jamila Madeira (Adjunta da Saúde), António Sales (Saúde), João Galamba (Adjunta e da Energia) e José Apolinário (Pescas).

Relacionadas

Novo executivo de Costa é o que tem mais governantes desde 1976

Conforme foi anunciado na semana passada, o segundo executivo liderado por António Costa vai integrar 19 ministros, além do primeiro-ministro, o que o torna o maior em ministérios dos 21 Governos Constitucionais.
antonio_costa_legislativas_altis_2

“Os governos não se medem em função do número de membros”, diz António Costa

O primeiro-ministro indigitado sustentou que a nova orgânica das secretarias de Estado é “ajustada ao programa do Governo”. O XXII Governo Constitucional vai contar com 70 elementos, somando ministros e secretários de Estado.

Bagão Félix: “Ministros foram escolhidos por inércia, por amizade ou numa lógica partidária”

Em declarações ao Jornal Económico, antigo ministro das Finanças Bagão Félix mostra-se surpreendido com algumas alterações na estrutura do novo Governo.
Recomendadas
andre_ventura_manifestação_policias

Associação da Guarda diz que André Ventura fez “aproveitamento político” da manifestação

O presidente da Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) considerou “um aproveitamento político” o facto de deputado do Chega, André Ventura, ter usado o palco da manifestação.

Governo aprova Código de Conduta para ”valorizar o exercício de cargos públicos”

O Código de Conduta do novo Governo foi hoje aprovado em Conselho de Ministros. Executivo argumenta que objectivo é” valorizar o exercício de cargos públicos”, mas não esclarece se existem novas regras e se mantém limite de 150 euros para o valor das ofertas que os membros poderiam receber.
andre_ventura_manifestação_policias

Deputado do Chega discursa a manifestantes de forças de segurança

Envergando uma ‘t-shirt’ do movimento Zero, com a qual já tinha assistido ao plenário da Assembleia da República, André Ventura desceu à manifestação, discursou no sistema de som da organização e circulou entre os manifestantes, sendo aplaudido.
Comentários