Uma das praias mais bonitas de Portugal está em estado de degradação

O Portinho da Arrábida, localizado no distrito de Setúbal, está reduzido a um terço do que já foi e num “estado de degradação”.

Considerada uma das praias mais belas de Portugal, o Portinho da Arrábida está reduzido a 37%  do comprimento e cheia de pedras no lugar da areia.

Uma condição que é reconhecida por um estudo do Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG) como emergente e a qual recomenda-se um plano de intervenção.

Segundo o estudo, coordenado por Luís Pina Rebelo e Sílvia Nave, da Unidade de Geologia, Hidrogeologia e Geologia Costeira do LNEG, o Portinho é uma praia em constante alteração, onde o areal diminui de forma acentuada nos últimos 100 anos, o que reduz substancialmente a qualidade balnear.

“A dimensão da praia diminuiu significativamente, sendo que o seu comprimento está reduzido a 37% e a sua área a 40%”, refere o estudo.

Uma praia em “estado de degradação”, que tinha 1767 metros de comprimento e tem agora 665 metros e a área passou de 105 mil metros quadrados para 45 mil.

A tendência erosiva, segundo o estudo, irá manter-se, “e o recuo da linha de costa, embora lento, começa já a atingir a duna localizada no extremo oeste da Praia do Creiro”, o que leva os responsáveis pelo estudo a defenderem a necessidade de um plano de intervenção.

O plano de intervenção recomendado, de acordo com o estudo, tem como intenção a limpeza do areal existente, a resolução do problema de água que escorre das encostas da serra e a colocação de areia nova “com características idênticas à existente”.

A elaboração de um estudo que ajude a compreender a dinâmica dos sedimentos na parte superior do delta e na zona submersa da praia, foi também um dos conselhos apresentados pelos especialistas, “para encontrar respostas para as variações observadas”.

Luís Rebelo e Sílvia Nave concluíram que os “indicadores geológicos apontam para que as variações na quantidade de areia na Praia do Portinho possam ser encaradas como um fenómeno natural”, mas não colocam de parte a hipótese de as dragagens na barra do rio Sado terem contribuído também para a degradação da praia.

“Devido à estreita ligação da praia com o delta do Sado, as ações de fixação do canal de navegação e de dragagem do mesmo canal, ao promovem alterações na dinâmica do delta, poderão ter consequências negativas na dimensão da praia”, refere o estudo.

A praia do Portinho da Arrábida já foi considerada uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal em 2010, devido a sua beleza incomparável.

Ler mais
Recomendadas

Novo julgamento de Pereira Cristóvão e de Mustafá em fevereiro

O Tribunal de Cascais marcou para fevereiro o início do novo julgamento do ex-inspetor da Polícia Judiciária Paulo Pereira Cristóvão e do líder da claque Juventude Leonina, conhecido como ‘Mustafá’, acusados de assaltos violentos a residências.

Michael Cohen, ex advogado de Trump, condenado a três anos de prisão

O antigo advogado de Trump, Michael Cohen, foi, esta quarta-feira, condenado a três anos de prisão, num tribunal em Nova Iorque, EUA. Estão em causa múltiplos crimes, incluindo mentir ao Congresso sobre um possível acordo negocial com Trump em Moscovo e comprar o silêncio de mulheres que acusaram Donald Trump de assédio sexual.

PGR confirma que investigação a “altos responsáveis” da administração ainda não tem arguidos

Na mira da Justiça está o inspetor-geral das Finanças, Vítor Braz, e uma chefe de equipa da IGF, detetada no caso ‘Swissleaks’. Juntam-se ainda vários outros inspectores com cargos de direcção na investigação a suspeitas de crimes de corrupção, peculato e abuso de poder. Depois das buscas de ontem, este inquérito ainda não tem arguidos.
Comentários