União Europeia e Ucrânia assinam acordo de um milhão de euros

Recursos do novo programa de assistência serão repartidos em duas tranches de até € 500 milhões, dependentes da implementação das medidas políticas específicas acordadas entre a Ucrânia e a UE no Memorando de Entendimento

Ucrânia

A Comissão Europeia (CE) assinou esta sexta-feira, em Kiev, um acordo para assistência macrofinanceira (MFA) à Ucrânia no valor de um mil milhões de euros, anunciou a instituição em comunicado.

O acordo tem o objectivo de suportar as reformas implementadas no país para apoiar a estabilização económica, nomeadamente através de reformas estruturais e de governação.

“A Europa apoia de forma firme a Ucrânia na recuperação e reforma económica. O novo programa de assistência macrofinanceira da UE ajudará a Ucrânia a reduzir as vulnerabilidades económicas e a reforçar a estabilidade. Ao mesmo tempo, através da implementação de reformas ambiciosas relacionadas com a nova operação de MFA, especialmente na área da luta contra a corrupção, a Ucrânia atenderá às expectativas dos cidadãos e enviará um forte sinal aos parceiros e investidores internacionais”, disse o vice-presidente da Comissão responsável pelo euro e pelo Diálogo Social.

A nova assistência macrofinanceira proposta complementa três programas de AMF anteriores, através dos quais a UE desembolsou um total de 2,8 mil milhões de euros para a Ucrânia desde o início da crise em 2014 e um programa do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Os recursos do novo programa de assistência serão repartidos em duas tranches de até € 500 milhões. Cada tranche de financiamento está dependente da implementação das medidas políticas específicas acordadas entre a Ucrânia e a UE no Memorando de Entendimento, que inclui a luta contra a corrupção, a gestão das finanças públicas e a governação das empresas e dos bancos.

Recomendadas

Portugal garante apoio a detidos na Venezuela

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, disse hoje que estão a ser feitas “todas as diligências” para apoiar a defesa dos portugueses detidos na Venezuela, 10 de 34 gerentes de supermercados presos.

China chama embaixador dos EUA após sanções impostas contra o Exército

Em causa estão a sanções impostas pelo Governo norte-americano ao Equipment Development Department (EDD), responsável pelas armas e equipamentos do exército chinês, e ao seu diretor, Li Shangfu, por ter comprado armamento à empresa Rosoboronexport, exportadora russa de armamento, que já havia sido sancionada por Washington.

Marcelo Rebelo de Sousa reúne-se com Guterres no domingo e discursa quarta-feira na ONU

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai encontrar-se com o secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, no domingo, em Nova Iorque, onde irá discursar na 73.ª sessão da Assembleia Geral desta organização, na quarta-feira.
Comentários