União Europeia e Ucrânia assinam acordo de um milhão de euros

Recursos do novo programa de assistência serão repartidos em duas tranches de até € 500 milhões, dependentes da implementação das medidas políticas específicas acordadas entre a Ucrânia e a UE no Memorando de Entendimento

Ucrânia

A Comissão Europeia (CE) assinou esta sexta-feira, em Kiev, um acordo para assistência macrofinanceira (MFA) à Ucrânia no valor de um mil milhões de euros, anunciou a instituição em comunicado.

O acordo tem o objectivo de suportar as reformas implementadas no país para apoiar a estabilização económica, nomeadamente através de reformas estruturais e de governação.

“A Europa apoia de forma firme a Ucrânia na recuperação e reforma económica. O novo programa de assistência macrofinanceira da UE ajudará a Ucrânia a reduzir as vulnerabilidades económicas e a reforçar a estabilidade. Ao mesmo tempo, através da implementação de reformas ambiciosas relacionadas com a nova operação de MFA, especialmente na área da luta contra a corrupção, a Ucrânia atenderá às expectativas dos cidadãos e enviará um forte sinal aos parceiros e investidores internacionais”, disse o vice-presidente da Comissão responsável pelo euro e pelo Diálogo Social.

A nova assistência macrofinanceira proposta complementa três programas de AMF anteriores, através dos quais a UE desembolsou um total de 2,8 mil milhões de euros para a Ucrânia desde o início da crise em 2014 e um programa do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Os recursos do novo programa de assistência serão repartidos em duas tranches de até € 500 milhões. Cada tranche de financiamento está dependente da implementação das medidas políticas específicas acordadas entre a Ucrânia e a UE no Memorando de Entendimento, que inclui a luta contra a corrupção, a gestão das finanças públicas e a governação das empresas e dos bancos.

Recomendadas

Juíza nega pedido de Lula da Silva para ser interrogado novamente

“Para justificar o pedido de um novo depoimento, os advogados de Lula apontaram o afastamento do juiz Sérgio Moro de suas funções à frente da ‘Operação Lava Jato’ para assumir o Ministério da Justiça no Governo do presidente eleito Jair Bolsonaro”, informa a revista “Veja”.

Trump lança recado a Macron: franceses “estavam a começar a aprender a falar alemão” antes da intervenção dos EUA na II Guerra Mundial

Em publicação na rede social Twitter, o presidente dos EUA volta a criticar o presidente da França, Emmanuel Macron, por causa da alegada “formação de um Exército europeu” (intenção já negada por Macron). E avisa: “Paguem pela NATO ou não!”

Respostas Rápidas: O que falta para concluir o acordo do Brexit?

Informação ainda não foi confirmada por Bruxelas e União Europeia. Acordo deverá ser primeiramente aprovado pelo Parlamento Europeu e pelo Governo britânico, para ser posteriormente celebrado com o Conselho Europeu.
Comentários