União Europeia e Ucrânia assinam acordo de um milhão de euros

Recursos do novo programa de assistência serão repartidos em duas tranches de até € 500 milhões, dependentes da implementação das medidas políticas específicas acordadas entre a Ucrânia e a UE no Memorando de Entendimento

Ucrânia

A Comissão Europeia (CE) assinou esta sexta-feira, em Kiev, um acordo para assistência macrofinanceira (MFA) à Ucrânia no valor de um mil milhões de euros, anunciou a instituição em comunicado.

O acordo tem o objectivo de suportar as reformas implementadas no país para apoiar a estabilização económica, nomeadamente através de reformas estruturais e de governação.

“A Europa apoia de forma firme a Ucrânia na recuperação e reforma económica. O novo programa de assistência macrofinanceira da UE ajudará a Ucrânia a reduzir as vulnerabilidades económicas e a reforçar a estabilidade. Ao mesmo tempo, através da implementação de reformas ambiciosas relacionadas com a nova operação de MFA, especialmente na área da luta contra a corrupção, a Ucrânia atenderá às expectativas dos cidadãos e enviará um forte sinal aos parceiros e investidores internacionais”, disse o vice-presidente da Comissão responsável pelo euro e pelo Diálogo Social.

A nova assistência macrofinanceira proposta complementa três programas de AMF anteriores, através dos quais a UE desembolsou um total de 2,8 mil milhões de euros para a Ucrânia desde o início da crise em 2014 e um programa do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Os recursos do novo programa de assistência serão repartidos em duas tranches de até € 500 milhões. Cada tranche de financiamento está dependente da implementação das medidas políticas específicas acordadas entre a Ucrânia e a UE no Memorando de Entendimento, que inclui a luta contra a corrupção, a gestão das finanças públicas e a governação das empresas e dos bancos.

Recomendadas

Presidente da Boeing: ”Estamos a tomar as medidas necessárias para garantir a total segurança do 737 MAX”

“A Boeing está a finalizar o desenvolvimento de uma atualização de ‘software’ e a revisão do manual de treino dos pilotos para corrigir os erros dos sensores MCAS”, disse o presidente da companhia Dennis Muilenburg em comunicado.

Bolsonaro apoia Trump: “Nós vemos com bons olhos a construção do muro”

Posição foi assumida pelo chefe de Estado brasileiro numa entrevista emitida hoje pelo canal de televisão norte-americana Fox News, no âmbito da visita que Jair Bolsonaro está a realizar, desde domingo, aos Estados Unidos.

Sempre colado ao telemóvel? Esta aplicação impede os ‘zombies’ dos smartphones de serem atropelados

Em 2017, na Coreia do Sul, mais de 1.600 mil pedestres foram mortos em acidentes na estrada, o que representa cerca de 40% do total de mortes no trânsito, segundo dados do Traffic Accident Analysis System. Esta aplicação ajuda os pedestres a estarem mais atentos aos carros.
Comentários