Vai de férias? Estes são os melhores (e os piores) destinos para viajar de avião

É chegada a altura do ano em que se planeiam as ‘férias de sonho’, ou se escolhe o melhor local para descansar durante alguns dias. Se vai para fora do país fique a conhecer quais os melhores e os piores destinos para realizar a sua viagem de avião.

Ler mais

Os destinos internacionais são cada vez mais escolhidos pelos portugueses para passar férias. Deste modo o meio de transporte mais prático de usar é o avião. No entanto, nem todos os locais são propícios para usar este aparelho, seja pelo preço dos bilhetes, às eventuais perturbações horárias.

Foi a partir deste ponto que a “AirHelp”, uma empresa especializada na defesa dos direitos dos passageiros aéreos e na obtenção de compensações por perturbações em voos, analisou o período de 1 de julho a 10 de setembro de 2017, para perceber quais são os destinos de eleição e quais as probabilidades de surgirem imprevistos, para que quem vai de férias saiba com o que pode contar.

No top-10 dos destinos de eleição para quem viaja de Portugal encontram-se apenas cidades europeias. O principal fator deve-se a uma maior proximididade com o nosso país e também com o preço dos bilhetes. Neste aspeto o pódio pertence às cidades de Madrid e Paris (aeroporto de Orly), com 1.900 ligações aéreas e Londres, com 1.600. Pela negativa estão Bruxelas (900 ligações), Manchester (800) e o aeroporto Charles de Gaule, em Paris (700).

No que diz respeito à taxa pontualidade dos aviões os maiores destaques vão para a cidade de Amesterdão (79%), Frankfurt (77%) e Manchester (75%). Em sentido oposto o aeroporto de Gatwick, em Londres regista uma taxa de (60%), Bruxelas (62%) e o aeroporto Charles de Gaule (65%).

De acordo com a “AirHelp” a quarta-feira é o melhor dia para viajar de avião, dado que 71% dos voos aterram no destino dentro do horário previsto. Por sua vez, a segunda-feira é o pior dia se quer viajar neste meio de transporte, com apenas 35%  dos voos a chegarem a horas ao seu destino.

Os passageiros que forem afetados pelos atrasos, cancelamentos ou impedimentos de embarque podem ter direito a uma compensação financeira até 600 euros por pessoa, em determinadas circunstâncias.

Para isso acontecer o aeroporto de partida deve estar dentro da União Europeia (UE), ou a transportadora aérea estar sediada e aterrar na UE. A compensação poderá ser reivindicada num prazo de três anos após a perturbação.avião

Recomendadas

Superbrands: há uma marca portuguesa entre as 10 preferidas pelos consumidores

Dentro dos setores avaliados, aqueles mais relevantes são os de motores, eletrónica e moda de consumo, superfícies comerciais e desporto.

Respostas Rápidas. O que são as transferências imediatas?

É possível, desde esta terça-feira, fazer transferências imediatas entre contas bancárias portuguesas e a ideia é que seja generalizado aos 34 países da SEPA. Perceba como funciona e o que implica.

Tarifa social da água: municípios sem regras uniformes, alerta Deco

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor fez as contas e concluiu que a tarifa social da água, saneamento e resíduos não é igualmente distribuída pelos cidadãos: 99 em 383 câmaras não a aplicam em nenhum serviço. Mas mesmo entre as que a adotam, existem incongruências nos critérios, alerta a Deco.
Comentários