“Vamos criar um fundo de capital de risco para a inovação”

O Governo Regional não quer perder o comboio da tecnologia e vai financiar projetos em parceria com privados. O primeiro stand da Madeira na Web Summit é prova da aposta na área, frisa Pedro Calado.

A Madeira vai estar na Web Summit pela primeira vez. O que motivou esta participação?

O que nos tem motivado é que a Região tem feito uma forte aposta nesta área da informatização, da robotização, da modernização dos sistemas, o aperfeiçoamento dos recursos tecnológicos. Temos apoiado empresas regionais a lançarem-se através das nossas startups, através da parceria que temos com a Startup Madeira e com a Invest Madeira.

Temos vindo a assistir ao crescimento da economia e dos mercados. As áreas tradicionais vão ter alguma tendência a ter outro envolvimento no desenvolvimento económico. As empresas que vão estar presentes estão ligadas ao turismo, à saúde, ao desenvolvimento de sistemas informáticos de partilha de bases de dados.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

CDS quer estatuto de Ultraperiferia na União Europeia

Fernanda Cardoso, do PSD, diz que o projeto apresentado na Assembleia Legislativa da autoria do CDS, não traz “nada de novo” e que se limita a ser “um decalque” da Declaração Final da Conferência dos Presidentes das RUP, que se reuniram em novembro do ano passado.

Fundos europeus não são um “eldorado”, diz Raquel Coelho

Já José Manuel Rodrigues, diz que é inegável afirmar que “vamos continuar a precisar como de pão para a boca” dos fundos da União Europeia.

Madeira vai promover evento de moda com 10 estilistas na Festa da Flor

O evento vai realizar-se a 11 de maio na Praça do Povo e tem como objectivo desenvolver uma colecção inspirada em flores e insere-se numa estratégia de renovação e enriquecimentos dos cartazes turísticos da Madeira.
Comentários