“Vamos criar um fundo de capital de risco para a inovação”

O Governo Regional não quer perder o comboio da tecnologia e vai financiar projetos em parceria com privados. O primeiro stand da Madeira na Web Summit é prova da aposta na área, frisa Pedro Calado.

A Madeira vai estar na Web Summit pela primeira vez. O que motivou esta participação?

O que nos tem motivado é que a Região tem feito uma forte aposta nesta área da informatização, da robotização, da modernização dos sistemas, o aperfeiçoamento dos recursos tecnológicos. Temos apoiado empresas regionais a lançarem-se através das nossas startups, através da parceria que temos com a Startup Madeira e com a Invest Madeira.

Temos vindo a assistir ao crescimento da economia e dos mercados. As áreas tradicionais vão ter alguma tendência a ter outro envolvimento no desenvolvimento económico. As empresas que vão estar presentes estão ligadas ao turismo, à saúde, ao desenvolvimento de sistemas informáticos de partilha de bases de dados.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

Mais de 10 anos após primeiras reivindicações ainda não há lei das tatuagens, alerta Deco

Nas visitas realizadas pela nossa equipa da revista PROTESTE a estúdios de tatuagens verificou-se que tatuar a pele de um menor sem a autorização dos pais não levanta qualquer constrangimento a muitos profissionais.

PAN quer no mínimo dois deputados na Assembleia da Madeira

As bandeiras do partido são a saúde, o combate à corrupção e tráfico de influências, a luta contra a pobreza e uma linha marítima entre a Madeira e o continente.

Aliança quer eleger cidadãos e não políticos de profissão

O candidato refere que em sede de parlamento tudo é negociável e que o seu compromisso é fazer cumprir o programa de governo, mas que não tem pretensões de ir para governo, “a não ser que ganhemos as eleições”.
Comentários