“Vamos criar um fundo de capital de risco para a inovação”

O Governo Regional não quer perder o comboio da tecnologia e vai financiar projetos em parceria com privados. O primeiro stand da Madeira na Web Summit é prova da aposta na área, frisa Pedro Calado.

A Madeira vai estar na Web Summit pela primeira vez. O que motivou esta participação?

O que nos tem motivado é que a Região tem feito uma forte aposta nesta área da informatização, da robotização, da modernização dos sistemas, o aperfeiçoamento dos recursos tecnológicos. Temos apoiado empresas regionais a lançarem-se através das nossas startups, através da parceria que temos com a Startup Madeira e com a Invest Madeira.

Temos vindo a assistir ao crescimento da economia e dos mercados. As áreas tradicionais vão ter alguma tendência a ter outro envolvimento no desenvolvimento económico. As empresas que vão estar presentes estão ligadas ao turismo, à saúde, ao desenvolvimento de sistemas informáticos de partilha de bases de dados.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

Madeira na linha da frente do crescimento da Anturio

Após ter duplicado a faturação na Região até setembro, a empresa de informática espera um disparo de até 50% em 2019. Novos produtos, contratações e uma fusão estão a ser preparados para acompanhar o crescimento, diz o CEO da empresa ao EM.

Alojamento e restauração lideram acidentes de trabalho na Madeira

O setor representou 17,9 dos acidentes de trabalho na Madeira.

Funchal: O que precisa de saber sobre as bolsas de estudo do ensino superior

Já foram efetuadas 606 candidaturas às bolsas de estudo universitárias atribuídas pela Câmara Municipal do Funchal. Este apoio está disponível para quem tem residência no município e estuda na Madeira, Continente, Açores, ou no Estrangeiro. Está orçamentada uma verba de 1,4 milhões de euros.
Comentários