Veículo autónomo da PSA para a cidade de Vigo já anda na estrada

Técnicos da PSA e do centro tecnológico CTAG avaliam sistemas em circuito fechado, mas os testes ‘reais’ estão para breve. O projeto será concluído dentro de um ano.

Os veículos autónomos que circularão na cidade galega de Vigo já começaram os seus primeiros testes nas instalações do CTAG em Porriño, revela a imprensa local, que adianta que técnicos do Grupo PSA (Peugeot e Citroen) e do Automotive Technology Center do CTAG – uma espécie de ‘irmão’ do português CEIIA – estão a avaliar o comportamento dos sistemas de direção automatizados que foram integrados em vários protótipos na pista de testes do centro. Para um pouco mais tarde estão previstos os primeiros testes em ambiente urbano.

PSA e CTAG estão a colaborar no projeto, conhecido como Autopilot, programa que envolveu 45 empresas e centros de tecnologia em seis países e que tem um orçamento de 25,4 milhões de euros financiados pela Comissão Europeia. O objetivo é promover o desenvolvimento de sistemas para a condução automatizada em ambiente urbano, a fim de alcançar uma maior segurança e eficiência, e Espanha quer consolidar Vigo como referência no desenvolvimento do veículo autónomo.

O seu envolvimento inclui identificar a arquitetura, especificações e requisitos de cenários urbanos onde o potencial da Internet das Coisas (IoT) pode ser avaliado como um elemento essencial às funções de condução autónoma.

Mas antes de sair para a rua, o protótipo da PSA está a ser testado em sede do CTAG, que tem um circuito que simula cenários reais de condução (peões, ciclistas e todos os tipos de sinais de trânsito), e dentro do estacionamento do próprio centro tecnológico.

Os testes de rua representam o maior desafio para as interações que deverão ser avaliadas, mas o plano dos testes está bastante avançado: os seus responsáveis já escolheram inclusivamente as ruas que vão ser palco, em Vigo, dos primeiros testes em ambiente urbano.

Recomendadas

Novo crédito ao consumo sobe 14% até outubro para quase 3,9 mil milhões de euros

Os bancos concederam 397 milhões de euros em novos créditos ao consumo em outubro, ascendendo o total desde janeiro aos 3,882 mil milhões de euros, mais 14% do que em 2017, divulgou esta terça-feira o Banco de Portugal.

Lidl aumenta salário mínimo para 670 euros em Portugal

O Lidl Portugal anunciou, esta terça-feira, que decidiu aumentar “para 670 euros o valor do ordenado de entrada” no primeiro ano na empresa, acima do salário mínimo nacional, a partir do próximo ano fiscal, que arranca em março.

Banco de Portugal: empréstimos concedidos pelos bancos descem 0,8% no mês de outubro

No mês de outubro os empréstimos concedidos pelos bancos a sociedades não financeiras apresentaram uma taxa de variação anual (tva) de -0,8%, comparado com os -0,3% registados em setembro.
Comentários