Vem aí a “Noite do Cinema Europeu”. Em Portugal tem um filme grátis

34 cidades, 5 dias de filmes. Entre 3 e 7 de dezembro, em colaboração com a Comissão Europeia, vão ser disponibilizadas projeções gratuitas de filmes por toda a União Europeia. Esta iniciativa vem no âmbito do programa Europa Criativa – MEDIA.

A primeira edição da Noite do Cinema Europeu, que decorre entre 3 a 7 de dezembro, vai disponibilizar cerca de 50 projeções gratuitas de filmes europeus em 34 cinemas da União Europeia. Em Portugal, mais concretamente na cidade de Lisboa, o Cinema Ideal vai exibir esta segunda-feira, às 21:30, a película de 2018 “Le Livre d’Image” (“Imagem e Palavra”), do realizador Jean-Luc Godard.

Esta iniciativa surge no âmbito do programa Europa Criativa – MEDIA, que, ao longo dos últimos 27 anos, tem apoiado o setor audiovisual europeu e que tem como objetivo aproximar a Europa das pessoas, ao mesmo tempo que enaltece a riqueza dos filmes europeus.

Cada uma dos 34 salas de cinema que participam na iniciativa organizará um evento noturno especial, onde será exibido um dos 20 filmes apoiados pelo programa. Esta lista inclui os filmes ”Cold War”, ”The Killing of a Sacred Deer”, ”Girl” e ”Border”. Os filmes foram selecionados a nível local pelas salas de cinemas participantes, de modo a permitir-lhes adaptar o programa aos interesses, às especificações e à diversidade dos respetivos públicos.

As projeções serão seguidas de um breve debate em que os interessados terão a oportunidade de debater os filmes com cineastas e críticos de cinema. Estarão igualmente presentes representantes da Comissão Europeia para explicar o programa MEDIA e a sua importância para a configuração do panorama audiovisual europeu. Veja aqui a lista de cinemas aderentes por toda a Europa e o mapa do Cinema Ideal, em Lisboa.

 

Ler mais
Recomendadas

Cinema e mostras de arte na Lusófona

Os melhores trabalhos dos estudantes de cinema e arte dos media podem ser vistos entre 22 e 25 de julho no campus da universidade e no cinema S. Jorge.
petronas towers kuala lumpur

Arquiteto César Pelli que projetou Torres Petronas em Kuala Lumpur morreu aos 92 anos

César Pelli foi o arquiteto responsável pela ampliação do Museu de Arte Moderna (MoMa) de Nova York, em 1984, construiu a Torre Iberdrola, em Bilbau, o International Financial Center, em Hong Kong, a Grande Torre Costanera, em Santiago do Chile, além de dezenas de teatros e centros culturais em todo o mundo.

“A Era dos Muros”: entender o que nos divide no passado e no presente

A sugestão de leitura desta semana da livraria Palavra de Viajante.
Comentários