VINCI Airports aumenta 7,3% tráfego de passageiros no segundo trimestre de 2019

A Vinci Airports refere que os “bons resultados” devem-se, particularmente, à abertura de várias ligações aéreas, em vários casos pela primeira vez, com diferentes capitais mundiais.

O tráfego de passageiros nos VINCI Airports aumentou 7,3% o tráfego de passageiros no segundo trimestre deste ano, em comparação com o período homólogo. Este aumento totalizou os 66,2 milhões de passageiros no conjunto dos 46 aeroportos da rede.

Já no primeiro trimestre deste ano, a rede de aeroportos tinha registado um aumento no tráfego de passageiros de 6,7%, comparando com o mesmo trimestre de 2018. Isto equivale a 16,4 milhões de passageiros, sendo que Portugal é o país, dentro da rede VINCI Airports, que apresenta maior tráfego de passageiros, à frente do Reino Unido, Japão e França que se situam em segundo, terceiro e quarto lugar respetivamente.

A VINCI Airports refere que os “bons resultados” devem-se, particularmente, à abertura de várias ligações aéreas, em vários casos pela primeira vez, com diferentes capitais mundiais.

Em Portugal, o número de passageiros aumentou 7,8% nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Madeira e Açores. Este crescimento é justificado pela rede de aeroportos pelo facto de a Qatar Airways ter aberto a primeira ligação direta entre Lisboa e Doha em junho, ao mesmo tempo que a TAP passou a voar para Washington DC.

Recomendadas

Transtejo lança concurso de 57ME para aquisição de dez navios elétricos

A Transtejo vai lançar, na terça-feira, o concurso para a aquisição de dez navios de propulsão elétrica para as ligações fluviais entre a Margem Sul e Lisboa, num investimento de 57 milhões de euros, anunciou hoje a empresa.

‘Número 3’ do grupo El Corte Inglés demite-se por desavenças com a presidente

No centro dos desentendimentos entre o demissionário, Jesús Nuño de la Rosa, e a presidente executiva, Marta Álvarez, está o incumprimento do El Corte Inglés não ter cumprido os planos estratégicos delienados em 2018, como a reestruturação e a profissionalização do grupo espanhol.

STEF cresceu 12,2% em Portugal no quarto trimestre de 2019

No conjunto do exercício de 2019, o grupo de transporte e logística alcançou uma faturação de 3.441 milhões de euros, o que traduziu um crescimento de 5,7% (3,9% a perímetro constante).
Comentários