Volkswagen quer investir 10 mil milhões de euros na China para construir carros eléctricos

O grupo Volkswagen fez saber esta quinta-feira que planeia investir dez mil milhões de euros na China, até 2025, com o objectivo de construir carros eléctricos e híbridos.

O grupo que detém marcas como a Volkswagen e a Audi pretende, de acordo com a Reuters, construir  15 novos modelos de veículos elétricos nos próximos três anos, e outros 25 novos modelos depois de 2025.

À margem de um evento automóvel em Guangzhou, China, o diretor do grupo Volkswagen na China, Jochem Heizmann, disse ainda à Reuters que o grupo tem como objetivo vender 400 mil veículos elétricos até 2020. Depois de 2020 a meta é vender um milhão e meio de veículos elétricos e híbridos até 2025.

As marcas responsáveis por fabricar os novos modelos não são ainda conhecidas mas, segundo Heizmann, os novos modelos de carros eléctricos e híbridos terão uma autonomia de duração entre os 400 e os 600 quilómetros. Em comparação, o mediático Model S da Tesla tem uma autonomia entre os 490 e os 632 quilómetros, dependendo da capacidade da bateria automóvel.

Recomendadas

Gasóleo desce até 2 cêntimos na próxima semana

A gasolina desce 1,5 cêntimos.

Francesa Faurecia abre centro logístico internacional em Santa Maria da Feira

Mais de seis milhões de euros de investimento vão permitir a criação de um centro operacional para onde convergirão 300 colaboradores da Europa e norte de África, a que se juntarão 100 novas contratações.

Elon Musk vai comprar 20 milhões de dólares em ações da Tesla

Confirmação da transação surge um dia depois de uma juiz norte-americana ter aprovado o acordo entre Elon Musk, Tesla e a Securities and Exchange Commission (SEC)
Comentários