Volkswagen testa produção de ventiladores por impressão 3D

A fabricante automóvel alemã informou ainda que iria doar 200 mil máscaras de categoria FFP2 e FFP3 aos serviços de saúde públicos.

A Volkswagen é a mais recente fabricante automóvel a juntar-se à onda de solidariedade para enfrentar o novo coronavírus. Empresas do setor como a Ford, a General Motors, a Ferrari ou a Nissan estão a auxiliar os governos na produção de ventiladores e outros equipamentos de saúde e de proteção dos cidadãos.

A multinacional com sede Wolfsburg anunciou esta sexta-feira que também está a testar a produção de instrumentos hospitalares, como ventiladores, através de impressoras a três dimensões (3D). A Volkswagen informa que estabeleceu uma task force para este trabalho, em colaboração com a sua subsidiária Skoda, e testou diversos materiais para ver como é que esta tecnologia de impressão poderá fabricar máquinas para salvar vidas.

Em comunicado, a empresa alemã referiu ainda que iria doar 200 mil máscaras de categoria FFP2 e FFP3 aos serviços de saúde públicos. “O equipamento médico é um novo campo para nós. Mas assim que percebermos as exigências e recebermos uma blueprint, podemos começar”, explicou a VW.

A maioria das fábricas da Volkswagen na Europa estão temporariamente encerradas durante duas a três semanas. “Espanha, Portugal, Eslováquia e Itália vão ser afetados a partir desta semana com interrupções na produção e a maioria das outras fábricas alemãs e europeias estão a preparar a suspensão de duas a três semanas”, adiantou recentemente o presidente do grupo, Herbert Diess, durante uma conferência de imprensa virtual.

Recomendadas

Efacec vai para lay-off durante 30 dias a partir de 6 de abril

A empresa diz que o lay-off será aplicado “transversalmente a todos os níveis da organização”, tanto na modalidade de suspensão de contrato, como da redução temporária do horário de trabalho.

Serão os jogadores a pagar a crise no futebol português? Amanhã há ‘Jogo Económico

Numa crise sem precedentes, alguns dos clubes mais poderosos do mundo já anunciaram cortes significativos nos salários. Como será em Portugal? Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol, é o convidado do programa ‘Jogo Económico’ que vai para o ar esta sexta-feira.

Parlamento quer ouvir Miguel Frasquilho sobre lay-off da TAP a 14 de abril

Assembleia da República aprovou por unanimidade a proposta do Bloco de Esquerda para ouvir, “com carácter de urgência”, o presidente do Conselho de Administração da TAP sobre a situação atual da empresa e a política laboral e comercial.
Comentários