Wall Street anima com notícias da Fed e fecha no verde

Hoje instituição liderada por Jerome Powell disse que a taxa de juro diretora vai continuar no intervalo entre 2,25% e 2,50%, após a reunião de dois dias que terminou esta quarta-feira. O Dow subiu 0,15%.

A Reserva Federal norte-americana manteve a taxa de juro de referência (federal funds rate) inalterada, em linha com as expetativas dos analistas e as ações em Wall Street fecharam em alta.

O índice Dow Jones subiu 0,17% para 26.511,1 pontos; o S&P 500 ganhou 0,05% para 2.919,09 pontos e o Nasdaq avançou ligeiramente, 0,02% para 7.955,4 pontos.

Hoje instituição liderada por Jerome Powell disse que a taxa de juro diretora vai continuar no intervalo entre 2,25% e 2,50%, após a reunião de dois dias que terminou esta quarta-feira.

O Federal Open Market Committee (FOMC) sinalizou, no entanto, que poderá em breve decidir um corte na taxa de juro, ao remover do comunicado a palavra “paciente”, substituindo-a por “agir apropriadamente” face a incertezas no outlook económico e às pressões sobre a inflação.

No seio empresarial de notar a reação positiva às contas da Adobe Systems, às perspetivas da U.S. Steel e à revisão em alta da TripAdvisor.

O petróleo, pelo contrário, está em queda. O crude West Texas fechou no NYMEX a cair 0,43% para 53,67 dólares.

Ler mais
Recomendadas

Depois das praças europeias, Brexit penaliza Wall Street

O Goldman Sachs aumentou a sua estimativa quanto à probabilidade de o Brexit vir mesmo a acontecer, atribuindo agora 65% de hipóteses para que o divórcio entre a União Europeia e o Reino Unido ocorra no dia 31 de outubro.

Brexit assusta bolsas europeias e PSI 20 perde 0,73%

Voto no Parlamento britânico sobre o acordo do Brexit negociado esta semana com a União Europeia causou algum desconforto para os investidores. No PSI 20, a Mota Engil e o BCP lideraram as perdas numa sessão em que 13 cotadas encerram em queda.

Wall Street abre a negociar flat

A penalizar Wall Street está nomeadamente o anúncio da Johnson & Johnson, após a empresa norte-americana anunciar que terá de retirar do mercado um lote de produto. Por outro lado, resultados da Coca-Cola, Intuitive Surgical e American Express2 animam as praças norte-americanas.
Comentários